Cinema: Te Peguei!

Esses dias uma onda de nostalgia tomou o Twitter quando um usuário se deu conta de que um dia, ainda crianças, ele e seus amigos saíram para brincar na rua pela última vez – e nenhum deles sabia disso no momento. Pois é, um belo dia a gente cresce, os amigos mudam e a gente deixa de brincar. Em tempos de correria da vida adulta, sempre bate aquela saudade da fase boa de infância. Mas e se a gente pudesse manter esse espírito infantil pelo menos um pouquinho em nossas vidas, nem que fosse só uns dias por ano?

Esse é o mote de Te Peguei! (TAG), comédia que traz a história de cinco amigos que, todos os anos, desde a primeira série, se envolvem durante um mês em um jogo insano de pega-pega. Competitivos ao extremo, eles arriscam suas vidas, empregos e relacionamentos na disputa por derrotar uns aos outros com o grito de guerra: “Te peguei!”.

Um dos jogadores está invicto desde que a brincadeira começou, trinta anos atrás. Este ano, com sua cerimônia de casamento caindo justo no mês em que tradicionalmente jogam Pega-Pega, ele teoricamente se torna um alvo fácil. Apenas teoricamente, já que mesmo sendo uma brincadeira, nenhum desses esses caras está ali de bobeira.

O mais fascinante de Te Peguei! é, para começar, o fato do filme ser baseado em fatos reais. O roteiro foi escrito por Rob McKittrick (“A Hora do Rango”) e Mark Steilen (“Mozart in the Jungle”), baseado em um artigo publicado no Wall Street Journal que contou a história desse grupo saudosista de amigos. Muitas das cenas vistas no longa realmente aconteceram na vida real, embora, é claro, o filme tenha emprestado algumas camadas de verniz à história, deixando ela muito mais rica em ação.

Esse é outro ponto interessante de Te Peguei!: o humor do filme é extremamente físico. As cenas de “perseguição” entre os amigos não deixam nada a dever dos filmes blockbuster de ação. Inclusive ele tira sarro disso com a trilha incidental adequada, que dá todo o tom ágil do filme. É como ver um filme de ação, só que gargalhando do início ao fim.

Desde a produção, Te Peguei! já vinha chamado a atenção, quando Jeremy Renner se lesionou gravemente durante as gravações das perigosas cenas de Pega-Pega. Acidentes no set podem parecer corriqueiros, mas basta lembrar que Renner interpretou o Gavião Arqueiro nos filmes da franquia Vingadores e saiu ileso. Logo, Te Peguei! já mostrava seu potencial de “falta de noção” desde o começo.

Completando o elenco estelar do longa, temos Ed Helms (“Se Beber, Não Case!”, “Família do Bagulho”), Jake Johnson (“New Girl”), Annabelle Wallis (“A Múmia”), Hannibal Buress (“Vizinhos”), Isla Fisher (“Truque de Mestre”), Rashida Jones (“Parks and Recreation”), Leslie Bibb (“Homem de Ferro 2”) e Jon Hamm (“Em Ritmo de Fuga”, “Mad Men”).

Típico “feel good movie”, a princípio parece ser uma ideia absurda, mas surpreende do início ao fim por seus diálogos afiados e suas cenas de ação empolgantes. Perto do final, um plot twist garante lágrimas aos mais desavisados, e você sai do cinema feliz da vida por ter escolhido o filme certo na bilheteria. Comédia boa tem esse poder, né?

Pois aliando boa comédia, muita ação e uma dose gigante de nostalgia, Te Peguei! mostra que a infância não precisa acabar de vez, pelo menos não em nossos corações.

Dirigido por Jeff Tomsic, com produção de Todd Garner e Mark Steilen, além de Richard Brener, Walter Hamada, Dave Newstadder e Hans Ritter como produtores executivos, Te Peguei! chega aos cinemas brasileiros em 23 de agosto. Uma apresentação da New Line Cinema, produção Broken Road, o longa será distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

Deixe seu Comentário