Livros 2017

E quem aí está feliz por ter, pelo segundo ano consecutivo, conseguido ultrapassar sua meta de um livro por semana? Isso mesmo, euzinha. Tudo bem, foi apenas um livro a mais, mas conta como conquista, ainda mais considerando que eu tive duas ou três semanas de ressaca literária ao longo do ano por conta daqueles livros que tornam impossível emendar uma leitura na outra.

2017 também foi o ano em que eu levei dois clubes de leitura a sério. Tudo bem, dois clubes de leitura em alguns momentos foi um pouco complicado, afinal significavam dois livros por mês que eu não escolhi e eu sou daquelas de só decidir o que ler no momento em que a leitura vou começar.

Em um dos grupos estou lendo os livros de Cassandra Clare na ordem cronológica de suas histórias e não na ordem de lançamento, no outro a escolha do livro é feita de forma democrática com base em uma pré-seleção (em 2017 essa pré-seleção era em função do país em que a história se passava, neste ano será por tipo de livro e em janeiro terei ficção científica com 20.000 Léguas Submarinas). Para Cassandra eu continuo sendo só elogios, já no segundo clube acabei tropeçando em alguns livros não tão legais.

Apesar dos tropeços, já me candidatei a participar de mais um grupo de leitura mensal, dessa vez para ler a coleção Fronteiras do Universo, de Philip Pullman. Em parte por que sou louca, em parte porque a experiência de discutir com as pessoas a leitura feita, compartilhando pontos de vista e descobrindo detalhes que eu não tinha prestado a devida atenção, é deliciosa (e na verdade ajuda bastante a fixar as memórias, não é verdade?).

Bom, quem gosta de acompanhar a minha leitura livro a livro continua valendo: fotografo a capa e escrevo uma pequena resenha no Instagram a cada livro terminado e no Flickr você encontra os álbuns das minhas leituras anuais. Além de, é claro, você poder me seguir no Skoob.

Para quem ficou curioso, os meus dez favoritos do ano: Ladrões de Sonhos, Desaparecida, Por Lugares Incríveis, Pequenas Grandes Mentiras, O Fio do Bisturi, Tartarugas Lá Embaixo, Princesa Mecânica, As Cordas Mágicas, O Conto da Aia e A Lista de Brett.

Já aqueles que eu não recomendo para ninguém: A Mulher Que Roubou Minha Vida, Naomi & Eli e A Lista do Não-beijo e Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo (principalmente este último).

E você? Qual livro marcou seu ano e eu deveria ler?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *