NCIS: Fake It ‘Til You Make It (15×05)

Pobre Reeves, fica sumido por episódio e quando volta é para ser enganado por alguém que ele gostava. Nada fácil a vida desse agente do MI-6 – ao que parece, pelo pouco que ele fala para Bishop do que sofreu nas mãos de um de seus pais adotivos, ela nunca foi fácil mesmo.

A gente aqui já desconfiava, não é verdade, que Melissa estava longe de ser a doce garota que ela tentava convencer Reeves que ela era. Na verdade eu ainda não entendi direito como ele, e Gibbs, foi tão facilmente enrolado pela garota. Aquele sequestro gritava “é falso! é falso!” desde ela falar que ia sair com amigos.

Pior mesmo só os empadões de frango, Melissa podia até ser inocente e eu estar errada, mas quando ela fez empadões de frango a coisa simplesmente ficou descarada.

O problema foi só o tanto de explicação que ficou faltando: Melissa mirou no tal tenente ou ela apenas enxergou uma oportunidade quando o moço disse que ia tentar vender os tais planos (ele podia não ser um abusador e ainda assim querer dinheiro fácil)? Ela mirou no tenente e no Reeves, então participando das mesmas reuniões que ele, já imaginando que ele poderia ajudá-la quando a coisa ficasse mais complicada na investigação? Mas como ela iria mirar no Reeves se em teoria ele nunca contou nada pessoal em nenhuma reunião do AA?

Parece que esse não foi o único detalhe esquecido pelos roteiristas: Reeves não tem autoridade nenhuma em solo americano. O que significa que seria a última pessoa que em teoria poderia ajudá-la (ainda que pela tolice dele, concluímos que ele era o mais fácil). Bom, pelo menos ela foi capaz de escolher o tenente certo, aquele que sabia demais, não se importava em dividir com a namorada, por quem ele nem era muito apaixonada visto que a traía, e nem senha usava no notebook.

E eu nem vou falar mais nada da ausência das cenas de Abby e Gibbs porque isso apenas me deixa mal humorada. Do outro lado, vou deixar essa imagem aqui debaixo para aquecer os corações dos fãs das antigas como eu.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Esqueceu de comentar, junto com a foto, o trocadilho fazendo referência a série Bull que McGee fez.

    Responder

  2. quero as cenas #Gabby de volta! eu to bem nervosa que até esqueci de baixar o episodio. está estranho isso. quando a Abby ligou para o Gibbs se não me engano no segundo episódio ele nem se dignou a falar o nome dela. pela primeira vez desejo o fim da série.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *