Grey’s Anatomy: Break Down the House (14×01)

Todos prontos para embarcar em mais uma temporada de amor, dor, sorrisos, dor, piadas, dor, sofrimento, morte, partidas preparada por Shonda Rhymes? Porque é isso que ela promete para esta décima quarta temporada – ela diz que as coisas serão mais leves este ano, mas a gente sabe que ela não costuma dizer a verdade quanto a isso, não é mesmo?

Veja só: sim a irmã de Owen, e noiva de Nathan, está viva. Não dá para dizer viva e bem, afinal ela chegou aos EUA com a barriga aberta e precisando urgentemente de uma nova cirurgia. Quando seu helicóptero caiu ela acabou em uma aldeia, sua vida foi salva por ser uma cirurgiã e ela passou a cuidar de todos, no meio do caminho adotando um menino, para quem ela está louca para voltar.

E é Meredith que tem um plano para que isso aconteça só que, enquanto ela está super bem com relação ao reaparecimento de Megan, tendo mandado Nathan ir vê-la logo de cara, todo mundo está surtado com a ideia dela fazendo a cirurgia. Só eu que achei todo esse drama desnecessário? Sei lá, ela e o Nathan nem estavam realmente juntos, era algo recente, porque todo esse interrogatório?

Tudo bem, de repente a Teddy e o Owen encherem o saco de Nathan para que ele contasse isso – ainda que eu também achasse desnecessário, afinal a moça estava, até ontem, mortinha da silva e está louca para ir embora – eu entenderia. Mas Teddy dando lição de moral para a Meredith? Seriously??

Dito tudo isso: como assim a pele não deu? Gente!! Pobre Meredith! Pobre Megan!

Nathan realmente tem ótimo gosto para mulheres, Megan me pareceu tão segura de si quanto Meredith.

Além disso: Carina DeLuca é hilária! A cena dela e o irmão brigando na frente da Arizona ficará por todo sempre como uma das mais divertidas da série – segundo um comentário da produção em uma entrevista eles começaram a brigar e em questão de segundo ninguém mais sabia o que os dois estavam falando.

Continua chato: Owen e Amelia. Muito. Na verdade o problema é Amelia e eu não sei como eles vão consertar isso.

E o que são aqueles internos, gente? Derrubar óculos no corpo aberto de alguém? Não, nunca vi inúteis iguais (e a gente sabe que a última turma também não era lá essas coisas).

P.S. Só não gosto do plot “eu já tive um grande amor e ele morreu” como se Meredith não pudesse ter um grande amor de novo, só não é o Nathan, gente!

P.S. do P.S. Jackson e Maggie: vamos gente, fiquem juntos de uma vez.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Acho que um casal que poderia ser formado é April e Jo, duas chatas, que não acrescentam nada para história. Acho que o próximo avião a cair deveria ser o delas, pronto falei!
    Ah…e a Amélia tbm deveria estar no avião (como assim não apoiou o Owen durante a cirurgia). Em Private Practice ela não era tão chata.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *