Supernatural: Patience (13×03)

As pessoas precisam parar de falar as coisas sem pensar em voz alta enquanto podem estar sendo ouvidas pelos objetos que estão discutindo, não é verdade?

Porque agora vai dar tudo errado, eu acho. Existe a esperança de que Jack vá atrás de recuperar Castiel e então Castiel possa ser a pessoa que ele precisa, mas eu morro de medo dele fazer uma besteira no meio do caminho. Primeiro Dean podia ter falado que ele não disse que ia matá-lo, mas que o mataria caso ele se tornasse mal. E Sam podia ter dito que se importa com ele, para o menino não sair pensando que Sam simplesmente quer usá-lo.

Mas sim, ele acertou antes ao falar do que ele passou, quase perdido, e que Dean o salvou. Eu até ali nem tinha pensado nessa identificação que ele poderia ter, achando que Sam apenas se importava com o rapaz. Pontos extras para os roteiristas.

Afff, como esse povo dá trabalho e é sempre porque não fala o que deveria falar. 13 anos com problemas causados pela mesma razão.

Tipo Missouri e seu filho. Apesar de não ficar claro o motivo da briga dos dois, a impressão que ficou para mim é que ela tentou poupá-lo ao saber que a esposa morreria, então mentiu. Quando ela finalmente morreu, ele se revoltou achando que ela na verdade não tinha poder nenhum e se afastou antes que a dor dele diminuísse o bastante para que eles pudessem conversar.

Achei uma pena que Missouri tenha retornado à série apenas para acabar morta. De verdade. Fiquei imaginando o número de vezes em que ela poderia ter retornado e ajudado aos meninos e agora não temos mais essa possibilidade.

Do outro lado, sua morte foi usada para de alguma forma despertar Patience para quem ela era e aproximá-la de Jody, que só participou para isso, né, gente? Para quem não sabe, a CW está desenvolvendo uma nova série derivada de Supernatural com Jody e suas garotas, uma delas será Patience. E essa é a primeira vez em que eu me sinto animada pela ideia, provavelmente porque adoro Jody e também porque adorei a ideia de uma série com caçadoras.

P.S. Castiel não está morto? O que seria aquele vazio em que ele apareceu?

P.S. do P.S. Pena que Sam nunca tenha conseguido em sua vida ter uma conversa com seu irmão como a que teve com Jack.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Apesar dos pesares este episódio foi muito bom, é claro que fiquei triste e desapontada com o final da Missouri, foram anos a finco que nós fãs temos dedicado para volta dela e acaba assim ….

    Também adoro a Jody e estou empolgada pelo spinoff.

    Os papos entre o Sam e o Jack foram ótimos mas tinha que acontecer essas brigas constantes entre os brotha Winchesters para degringolar tudo.

    Responder

  2. Uma década pra Missouri aparecer e morre …sacanagem!!
    Qdo os olhinhos do Jack brilham, me lembro da Diana(Grimm) , dá medo!! Mas gostei dele torço por ele.
    A relação entre os três Sam, Dean e Jack é a mesma de um casal cujo filho tem problemas: um é mais amigo e o outro mais rígido. E Dean não percebeu o quanto a opinião dele é importante para o Jack. Tanto que vai trazer( eu espero) Castiel de volta! Será??
    Gente e como aquela Patience é poderosa !! Que venham Jody e suas meninas!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *