Leia o Livro, assista a série: O Tempo Entre Costuras

Era 2013 e um dos livros mais vendidos em vários países era O Tempo Entre Costuras. O romance espanhol que contava a história de Sira Quiroga, uma menina espanhola que aprende a costurar com sua mãe e depois sofre uma grande virada em sua vida: após ter seu coração partido bem longe de casa e sem poder voltar para casa, a costura irá garantir sua sobrevivência e também lhe colocará em um caminho inesperado quando a Segunda Guerra explode e seus contatos a tornam uma interessante candidata a espiã.

Na época eu fiquei completamente apaixonada pelo livro e seu sucesso fez com que a rede de TV espanhola Antena 3 investisse em sua adaptação no mesmo ano em uma minissérie de 17 episódios, disponível no Brasil desde a última semana na Netflix.

E a adaptação ficou deliciosa como o livro!! Na verdade, apesar dela ter sido feita em 2013/2014, me atrevo a dizer que ela comprovou que este é o ano das adaptações acertadas: Big Little Lies, The Handimaid’s Tale, Mr. Mercedes, O Chamado do Cuco e 13 Reasons Why já tinham indicado isso.

Sira Quiroga ganhou o rosto da adorável Adriana Ugarte, conhecida de alguns pelo filme Julieta de Almodóvar. Adriana segura muito bem o papel, principalmente nas cenas mais tensas quando suas missões ficam em perigo. E, pelo menos para mim, ela é a perfeita tradução da expressão “olhos tristes” – eles são um tico caídos nos cantos externos, sabem?

Além disso, o filme trouxe as belas paisagens que apenas imaginamos durante a leitura: a Madri das grandes construções, ainda que judiadas por duas guerras, as cidades do Marrocos, para onde Sira parte em sua aventura amorosa, e as cidades de Estoril e Lisboa, em Portugal.

Fotografia e trilha completam o pacote entregando tornando um romance muito bem escrito, com história envolvente e emocionante em uma obra refinada. Perfeita para ser devorada em maratona – ou algumas, eu mesma levei quatro dias, os episódios iniciais são mais longos, com 1h20, já os finais tem em média 50 minutos.

 

P.S. Em inglês a minissérie ganhou o nome de The Time Between Stitches, deste modo além de se referir aos pontos de costura, também fala do fato de nossa história ficar entre dois conflitos, a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial.

P.S. do P.S. Ainda que seja uma história de ficção, Sira acaba interagindo com personagens reais, entre eles  Beigbeder, o alto comissário espanhol da Espanha em Marrocos, o cunhado de Serrano Suner Franco e Rosalind Fox, uma socialite inglesa que se tornou uma espiã, e melhor amiga da costureira.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *