Bingo – O Rei das Manhãs é cinema de ótima qualidade

Baseado na vida do ator e apresentador Arlindo Barreto, Bingo – O Rei das Manhãs é uma comédia adulta (recomendada para maiores de 16 anos) estrelada por Vladimir Brichta, Leandra Leal, Emanuelle Araújo, Ana Lúcia Torre, Tainá Muller, Augusto Madeira e contando ainda com a participação de Domingos Montagner e Pedro Bial.

O longa narra as desventuras de Augusto Mendes (Vladimir), um artista que sonha em encontrar seu espaço sob os holofotes da televisão e que se depara com sua grande chance ao se tornar “Bingo”, um palhaço apresentador de um programa infantil que se transforma no maior sucesso no Brasil.

Porém, uma cláusula no contrato não permite revelar quem é o homem por trás da maquiagem e Augusto, ou o novo “Rei das Manhãs”, se transforma no anônimo mais famoso do Brasil.

O ponto alto do filme  é o contraste entre a imagem do ídolo infantil, amigo da criançada, e o homem que existia por baixo da maquiagem. Vemos os conflitos de um homem conturbado que, fazendo sucesso de uma hora para outra e tendo se transformado no símbolo da infância, da alegria e da ingenuidade, tem que lidar com problemas familiares e com a frustração de ter que viver num anonimato compulsório enquanto seu personagem alcança fama, e em decorrência disto acaba mergulhando num universo de sexo, bebida e drogas. O longa é basicamente um filme sobre os bastidores da TV brasileira dos anos 1980, uma época de excessos em que o que era pop, brega, kitsch e politicamente incorreto andavam lado a lado.

A troca de nome do palhaço para Bingo no título do longa deveu-se a uma questão de direitos autorais, já que uma empresa norte-americana detém os direitos sobre a marca, porém permitiu que roteirista Luiz Bolognesi pudesse brincar mais com a ficção, aproveitando da maior liberdade criativa.

O programa do palhaço Bozo (o nome dos direitos autorais)  ficou no ar no SBT de 1980 a 1991. Nessa época Arlindo Barreto foi um dos seus principais  interpretes, tendo ganhado e gastado muito dinheiro e namorado celebridades como a cantora Gretchen, que é a única personagem que teve seu nome real mantido no filme. No longa a cantora é interpretada por Emanuelle Araújo.

E se a vida de Arlindo ofereceu material de sobra para o filme, Britcha está perfeito no papel, transmitindo a loucura que passou a tomar conta da vida pessoal do palhaço quando o segredo sobre seu sucesso passou a ser motivo de frustração e insegurança. Se as cenas em que ele está bêbado fazem com que você dê muitas risadas, seus silêncios transmitem muito bem a angústia de Arlindo.

Agora, se Britcha está perfeito, a verdade é que ele conta com um elenco que foi muito bem escolhido: Leandra Leal, Augusto Madeira e Ana Lúcia Torres entregam atuações que servem de escada para a atuação do protagonistas, mas também servem, cada um a seu modo, como forma de criticar a indústria que cria e descarta ídolos diariamente. Ainda vale destaque para Cauã Martins, que interpreta o filho de Arlindo, Gabriel, e para a forma como a relação entre pai e filho é construída.

Finalmente, o roteiro enxuto deixa tudo sob medida: não tem cena desperdiçada, ainda que a parte final fuja do tom do restante do filme (caindo um pouco o tom). Bingo – O Rei das Manhãs é a prova que é possível fazer comédia nacional fugindo das piadas dos finais de noite de sábado e contar uma história bem produzida.

Este é o primeiro filme de Daniel Rezende como diretor, que ganhou o prêmio da British Academy of Film and Television (BAFTA) por Melhor Edição em 2002 com Cidade de Deus, tendo também sido montador premiado por Tropa de Elite 2, Diários de Motocicleta, Bicho de Sete Cabeças, Uma História de Amor e Fúria e As Melhores Coisas do Mundo.

Como curiosidade, vale a pena citar que este filme foi originalmente pensado para que Wagner Moura fosse o interprete do palhaço Bingo, porém a concorrida agenda do ator o impediu de participar das filmagens. De acordo com Daniel Rezende, foi o próprio Wagner Moura quem sugeriu a escalação de Vladimir Brichta. Tenho certeza que depois de assistir a este filme você não conseguirá imaginar outro ator neste papel e, ao final deste post, você pode dar uma olhadinha no making of do filme com direito a participação de Wagner.

Não deixe de assistir!

O filme tem produção de Caio Gullane e Fabiano Gullane da Gullane em associação com Dan Klabin da Empyrean e é coproduzido e será distribuído pela Warner Bros. Pictures a partir de 24 de Agosto.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *