Grimm: Blind Love (6×07)

Nem que alguém me obrigue eu serei capaz de escolher o que me fez rir mais em Blind Love: se Renard deixando o tenente Grossante tomar um pouco do remédio Diana para sua vingança ou Hank apaixonado por ele mesmo graças a dose de Amor Del Infierno que o grupo recebeu de um wesen vingativo. Você consegue escolher?

De longe o mais divertido episódio da série, o episódio nos deu a oportunidade de ver o grupo junto sem que eles estejam sendo atacados por alguém – no caso ficamos com a briga entre eles próprios no corredor do hotel.

Olha, depois do soco que a Adalind deu no Nick aconselho o policial a levar a série a relação com ela, viu?

Bom, passei um tempinho tentando reconhecer o wesen, sem sucesso. Então foi um alívio quando Nick esclareceu que a prisão do pai do rapaz foi antes dele descobrir que era um Grimm, então antes de nós o conhecermos também. Bem que Renard nos avisou que a maior parte dos crimes da cidade está relacionada aos wesens – imagine quantos Nick prendeu antes de saber disso e que nem imaginam quem ele realmente é.

Agora, foi providencial que Rosalee esteja grávida e não pudesse beber a tal poção de Amor Del Infierno, mas o wesen acabou morrendo por causa do próprio veneno: imagina que Wu ia deixá-lo matar o amor do inferno dele!

E, ainda que eu continue reclamando da falta de foco no que realmente precisamos (agora só temos mais seis episódios), fico grata por ver o grupo todo junto comemorando algo sem que tiros e explosões aconteçam em seguida.

Falando de Diana: quando eu vi o Renard todo calmo ao concluir que a filha tinha sido sequestrada eu sabia que ele ia deixá-la cuidar de tudo sozinha. E sim, foi muito divertido vê-la brincando com o tenente, ainda que eu ache que ele não está educando-a da melhor forma – imagine a cara da Adalind quando descobrir o que o ex fez – e mais ainda ver a cara de terror dele quando Renard disse que a filha poderá brincar em outra ocasião com o novo amigo.

Fiquei feliz, ainda, de Renard não estar mais ligado ao pessoal da Garra Negra, considerando que ele fotografou os desenhos de Eve e Diana. Pelo menos ela não contou onde o túnel fica.

P.S. Que nariz, heim, Monroe?! Adoro os momentos dele e Rosalee.

P.S. do P.S. Quem mais acha que Giuntoli (Nick), Mitchell (Monroe), Hornsby (Hank) e Claire Coffee (Adalind) foram os que mais se divertiram hoje? E eles deram um show de interpretação!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

3 Comentários


  1. Também adorei! Foi uma forma, talvez de eles se despedirem. Mas o mais engraçado foi o Hank apaixonado por ele mesmo!! Rsrsrs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *