Os Meninos Que Enganavam Nazistas fala sobre a coragem infantil em meio a guerra

Baseado no famoso e aclamado best-seller com as memórias do francês Joseph Joffo, Os Meninos que Enganavam Nazistas (Un Sac De Billes) chega às telas de cinema em 3 de agosto, com distribuição nacional Paris Filmes.

Livro e filme trazem um relato autobiográfico do autor francês Joseph Joffo, o filme expõe a infância de Joseph e seu irmão Maurice. Os irmãos receberam de seu pai um pouco de dinheiro e um mapa para que pudessem escapar da Paris ocupada pelos nazis, no início dos anos 1940.

A caminho da zona desmilitarizada, no sul da França, os garotos ficam inevitavelmente presos no redemoinho da guerra e são ajudados, ocasionalmente, pelas pessoas que os encontram no caminho. Dirigido pelo canadense Christian Duguay (de Hitler), o longa combina detalhes do conflito em deslumbrantes paisagens da França.

Lançado na década de 1970, o livro acumula mais de 20 milhões de exemplares vendidos em 22 países. No Brasil, a obra será lançada pela editora Vestígio, pertencente ao Grupo Autêntica, em agosto. Apresentando uma história real e autobiográfica, cuja espontaneidade, ternura e humor comprovam o triunfo da humanidade e da empatia nos momentos mais sombrios, o livro apresenta o cartaz do filme estampado na capa e conta a fantástica e emocionante epopeia de duas crianças judias durante a ocupação.

Sinopse – Os Meninos que Enganavam Nazistas

Na França ocupada, dois jovens irmãos judeus, Joseph e Maurice, desenvolvem uma incrível dose de malícia, coragem e habilidade para escapar da invasão inimiga na região e encontrar sua família novamente.

Ficha técnica:

Direção: Christian Duguay
Roteiro: Jonathan Allouche, Benoît Guichard e Christian Duguay
Elenco: Dorian Le Clech, Batyste Fleurial Palmieri, Patrick Bruel, Elsa Zylberstein e Ancelier Bernard Campan

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

Deixe seu Comentário