Chicago Justice: Lily’s Law (1×08)

Alguém aqui conseguiria fazer algo diferente do que os jurados neste caso? Eu particularmente só fiquei dividida com relação à juíza: posso entender que conforme a lei atual o que o ex-marido de Lilly fez não pode ser considerado assassinato; mas também posso entender que no final  das contas era essa a intenção dele ou, no mínimo, ele não se importava nem um pouquinho se viesse a acontecer.

Na verdade acho que esse foi o episódio mais redondinho da série – melhor se o procurador não tivesse passado para distribuir “sua sabedoria”.

Laura e Antonio realmente tiveram trabalho para descobrir o que tinha acontecido com a jurada (e trabalho do gente antigo, detetives juntas pistas), Stone teve muito trabalho para elaborar sua acusação, ainda que a prova principal, o vídeo do menino, só tenha aparecido por um lance de sorte. Até mesmo o papagaio de pirata (a assistente) não fez feio.

Stone apenas errou em ter deixado apenas a acusação de homicídio na balança – poderia ter colocado outras mais simples como assédio, violência psicológica -, mas eu entendo sua vontade de fazê-lo pagar pelo que ele realmente fez, além disso acho que ele também se sentia culpado por não ter entendido o pedido de Lily de deixar o tribunal. Só que agora o cara não poderá ser julgado novamente.

Restou a Stone tentar evitar que isso se repita recorrendo ao superior tribunal para mudar as leis.

P.S. Vídeos no Snapchat são apagados após 24 horas. Os roteiristas poderiam ter tomado um pouco mais de cuidado com a escolhe de uma outra rede social para isso, não é verdade?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. Creio que os furos dos roteiristas contribuíram para o cancelamento da série. Uma pena.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *