Scorpion: Djibouti Call (2×20)

Algo me diz que o Walter devia ter ficado com mais ciúmes de Tim com Paige do que de Tim com o Cabe, mas eu acho que a genialidade dele definitivamente não mora no campo amoroso e ele vai demorar dois ou três episódios para perceber que o novo trainee da Segurança Nacional está doidinho para acabar com a solidão dela.

Vejam só, em apenas um episódio ele não somente a elogiou muito, e não foi porque as orelhas dela são proporcionais, como ainda encerrou o dia fazendo massagem no ombro dolorido dela e contando histórias da sua vida.

Scorpion Djibouti Call 2x20 s02e20

Acho cedo para um novo membro na equipe, eles ainda poderiam explorar mais de como Walter lida com o fato de Happy e Toby serem um casal e isso fazer diferença na sua opinião sobre um relacionamento entre ele e a Paige, mas Tim acabou funcionando bem na trama que levou a equipe para colocar um vaso falso no lugar de um relíquia e assim acabar com a fama de um comerciante de contrabando.

Tim acaba se passando por um comprador, junto com Paige, para ganhar tempo enquanto Happy e Sly fazem a troca. Eu realmente não imagino um dos meninos conseguindo mentir tão bem quanto ele.

Dessa vez eles não tiveram que salvar o mundo, mas o fato de não saberem a verdade sobre o que estavam fazendo acabou servindo não somente para aumentar a tensão, mas para tornar tudo mais difícil, começando por Cabe sendo torturado pelo bandido.

Claro que no final eles conseguiram completar a missão… Alguns tiros, carros batidos e riscos desnecessários depois.

P.S. Jahelpme parece um cara legal, mas de novo: desnecessário trazer gente nova.

P.S. do P.S. Gostei de ver Cabe resolvendo o ciúme de Walter, eu adoro a relação dos dois e ela não tem sido bem explorada nos últimos episódios.

P.S. do P.S. do P.S. Sly tem medo de macacos. Daqui a pouco farei uma lista dos medos, estilo Monk, sabe?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário


  1. A lista de medos do Sly ocuparia um post gigantesco!
    No fim das contas, o um lá não faz parte da equipe, né? Ou é minha resistência a mudanças que me faz pensar que ele não faz parte?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *