Haven: Forever (5×26)

Acabou. Não tem mais Audrey, nem Duke, nem Nathan. Nenhuma outra perturbação estranha, Vince e Dave escondendo segredos, nada mais de vazamentos de gás. Nada mais de névoa. No final das contas, entre mortos e feridos, salvaram-se todos, ainda que alguns no formato de fantasmas.

Entre mortos e feridos, ainda que não tenha sido um ano final bom, Haven teve um episódio final satisfatório. É o máximo que vou conceder a ele como elogio.

Foi o final possível depois dos episódios da segunda metade desta temporada terem sido gastos com o desnecessário. Além do fato de terem se deixado levar pelo final de contos de fadas e invalidado os sacrifícios feitos. Charlotte, Dave e Duke se foram (ainda que o último tenha voltado como fantasma camarada) para que Croatoan e Vince se tornassem melhores amigos no celeiro e Audrey voltasse morena e com o que seria uma nova encarnação do Colorado Kid.

Para tanto, TANTO, drama e para tanta maldade, o final acabou sendo simples demais.

Haven Forever 5x26 s05e26

Aprendemos, então, que o que moveu Croatoan era a vingança que queria ter das pessoas que o mandavam para o vazio, mas que o fato de não ter sua filha ao seu lado para tanto era o bastante para convencê-lo a deixar pra lá e aceitar viver no celeiro e deixar a todos, de um lado e outro do vazio, em paz.

Se sacrificar Duke nos revoltou, mas ao mesmo tempo foi uma decisão corajosa, em Forever ele volta na forma de um fantasma camarada que só Nathan não vê, mas que está ali para ajudar quando for preciso. A única coisa boa disso foi o fato de Duke nos parecer em paz com tudo que fez em vida.

Assim como Audrey aceitou sacrificar suas memórias das vidas passadas por um recomeço, com a bonita, ainda que piegas, mensagem de que ela e Nathan tanto deveriam ficar juntos que não importava com que nome ela retornasse, eles se apaixonariam de novo. Um reforço da mensagem já dada quando Nathan percebia que havia algo de errado com a Audrey-Substituta e que esta tenham se sacrificado em deixá-lo ir porque o amava demais, do mesmo jeito que a original.

Se o final da série foi o que a maioria dos fãs queria, uma prova de que o amor vence tudo, eu realmente preferiria que Croatoan tivesse sido punido quando eles tentam criar um novo celeiro e que ele continuasse sendo o vilão que desenharam. Pena que não dá para ter tudo. 😛

Ainda assim, devo dizer que sentirei saudades dessa cidade tão especial, dos sorrisos de Audrey e das frases de efeito de Duke. Na verdade sentirei saudades de todos, sinal de que pelo menos em algumas coisas esses roteiristas acertaram, não é verdade? O que já é mais do que podemos dizer de muitas séries que vimos até seu final…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *