Quantico: Go (1×07)

A medida que passado e presente se aproximam, neste episódio já vimos a turma fazendo o teste final do curso, a tensão no tempo presente aumenta, até porque vamos combinar: nada do que vimos até aqui ajudou muito a escolher um suspeito.

A gente viu, por exemplo, Alex repetir para Shelby que Caleb é capaz de qualquer coisa, só que não vimos ele efetivamente provando que é mesmo, no máximo ele é um cara tremendamente decepcionado, de forma justificada, afinal ninguém quer acordar e descobrir que a ex está saindo com o próprio pai, não é verdade?

Também vimos o momento em que o grupo descobre que Nimah está na academia com sua irmã e, no tempo presente, que elas estavam envolvidas com o grupo terrorista que pode ter sido o responsável pela explosão e que, grande jogada do roteiro, já está planejando seu segundo ato.

Curiosidade do dia: o FBI está com uma operação com um grupo terrorista e ninguém importante saberia que a qualquer momento poderia rolar uma bomba? Mais que isso: a primeira coisa que fazem é apontar o dedo para Alex?

Aquele momento em que a série me irrita: Alex precisa tanto ver seu valor provado que esquecem da coerência em todo o restante do roteiro. O que me leva a aposta de que isso só foi feito para aumentar o brilho de quando a guria passar a ser o principal recurso do FBI na luta contra o terror.

Tramas que espero não serem esquecidas: Elias deixou Quantico, mas sua inteiração com Simon foi uma das coisas que eu mais gostei de ver. Espero que ele retorne de alguma forma.

Liam, Ryan, o diretor e o pai de Alex. Finalmente arrumaram uma forma de eu me interessar pela guria. Só acharei uma pena se o dedo apontado para ela seja somente por causa do medo que eles tem da verdade sobre o pai dela.

Seria tolo demais, ela não sabe de nada, eles podiam nem tê-la aprovado como agente, eles podiam dar cabo dela de forma mais simples. São tantas opções de solução muito mais críveis.

Momento podia ser emocionante, mas ficou devendo: Alex, Ryan e Vasquez. Alex disposta a se entregar para salvar Ryan, Vasquez vendo isso de deixando que os dois fugissem. Se os três atores soubessem realmente atuar teria sido uma ótima cena, um ótimo encerramento de episódio.

Momento era para eu ter achado sensacional, mas não deu: o grupo de recrutas desarmando a tal bomba. Sério, eles estão no meio de Quantico, são agentes em treinamento e acreditaram que aquela bomba era de verdade?

Quantico Go 1x07 s01e07

Mas reconheço que agora sou a maior fã do Simon – tanto por sua atitude no treinamento como por suas atitudes ajudando Alex no tempo presente.

P.S. Como os agentes são trouxas, resolveram que os terroristas também. Só isso para explicar nenhum deles lembrar que uma delas já estava lá dentro e deixar a outra entrar de boa.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *