Grey’s Anatomy: I Choose You (12×03)

Se você não chorou quando Karev pegou aquele bebê no colo ao final do episódio eu devo dizer que você é uma pessoa horrível.

Sim, o terceiro episódio de nossa reinventada Grey’s Anatomy foi todo dele: assumiu a responsabilidade por uma cirurgia incrivelmente difícil; tomou para si a decisão que seria simplesmente impossível para aquela casal; fez tudo aquilo que um grande médico precisava fazer para obter o melhor resultado possível e ainda tentou um milagre.

Depois de tudo isso ele ainda foi capaz de enfrentar a namorada furiosa e lhe dizer uma verdade inescapável: quando você imagina que nunca mais terá aquela pessoa ao seu lado, como o que ele passou com a Izzie, você enfrenta perguntas cuja resposta é aquela e depois não adianta olhar para trás e tentar explicar porque deu aquela resposta.

O que me fez pensar: o lado do Karev naquele sofrimento todo da Izzie e o câncer nunca foi realmente abordado. Falaram, mal e porcamente, do que ele passou ao ser abandonado e o quanto isso ferrou com o departamento de relacionamentos amorosos da vida dele por um bom tempinho, mas não do que ele passou ao ver a mulher que ele amava a beira da morte.

Pois bem, nesta nova fase entendemos isso e nunca é tarde para elogiar um dos poucos personagens nesta série maluca cujo crescimento foi consistente, passo por passo.

Greys Anatomy I Choose You 12x03 s12e03 Karev

E com uma trama boa, especial, como essa, sobrou um segundo e terceiro lugar bem distantes para a questão de Meredith e sua nova posição, com Bailey arrasando no discurso feminista mas lembrando que antes disso ela é a melhor amiga que a protagonista poderia ter a esta altura porque a sacudiu para que ela se virasse sozinha.

E para o drama Jackson e April. Existe pessoa mais egoísta que a April? Fico absurdamente surpresa de ninguém falar isso dela como se a perda do filho justificasse ela largar o marido sozinho enquanto ele também sofria.

Bom, na verdade ela poderia ter largado como fez, mas precisa aprender a aceitar as consequências disso e deixar que ele tenha o espaço que precisa. Confesso: morro de medo de colocarem esses dois juntos de novo.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Karev <333333

    Eu não gosto da April, mas até entendo a personagem às vezes. O título de egoísta mor, na minha opinião, vai pra Amelia. Céus, como de-tes-to a Amelia!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *