Cabelo cacheado, cabelos encaracolados, cabelo de mola, meu cabelo

Então quem tem cabelo cacheado ou crespo sabe: o dia em que você encontra o creme que faz com que ele fique perfeito é inesquecível. E você fará de tudo para conseguir o tal creme: atravessa a cidade, paga uma fortuna, pede pras amigas que viajarem para o exterior, importa você mesmo que isso signifique esperar por meses.

E quando você não encontra mais? O desespero. Você telefona para todos os lugares, pesquisa na internet, implora para a moça da perfumaria.

Eu já tive meus cremes queridos, já os perdi. Também tem aqueles que “deixam de funcionar” porque o cabelo é que mudou, o corte – para quem tem cabelo crespo ou cacheado até trocar de cabeleireiro é mais arriscado.

O último amor da minha vida era o Small Talk, da Tigi. Na faixa dos cem reais ele não era um absurdo, era encontrado em dois sites nacionais e ainda vendia no meu cabeleireiro. Passamos anos felizes juntos.

Até o dia em que alguém, jamais entenderei essas pessoas sem coração, resolveu que não vale mais a pena. Tem gente que diz que ele foi descontinuado, mas parece mesmo é que ele não será mais importado pra cá.

Depois que o último restinho foi usado, aquele em que a gente já virou de ponta cabeça e deixou o interior tão limpo que nem precisa lavar para reciclar, eu passei pro teste aleatório.

Primeiro comprei o The Cream da Paul Mitchel, que eu usei logo que cortei meu cabelo curto e por vários anos. Ele é bem leve e ajeita, mas funciona bem mesmo é no corte curto, como estou deixando crescer ele sozinho não deu conta.

Juntei então o The Cream com o Super Sculpt, da mesma marca, e a dupla deu pro gasto. Esse Super Sculpt tem toque e jeitão de gel, então não tem como usar no cabelo todo, mas ele deixa as pontas bonitas.

Depois tentei duas indicações: o leave in do James Frieda, não curti, até sobrou aqui em casa, e o Deva, linha de um salão paulista especialista em cabelos cacheados. Esse segundo é melhor, mas também não me adaptei, achei mais pesado.

Então o pessoal da Neutrox resolveu enviar aqui para casa de presente de Dia das Mães sua linha para cabelos cacheados, com um visual que nos leva a viajar para um passado em que Neutrox era o creme e ninguém discutia essa coisa de cabelo encaracolado.

Estou usando o shampoo e o condicionador nas lavagens e são uma delícia, deixam o cabelo molinho molinho. O leave in também é muito gostoso, deixou os casos bem definidos, mas deixou meu cabelo mais pesado, é daqueles em que você precisa acertar a dose.

Eu não lavo os cabelos todos os dias e nos dias em que preciso arrumá-lo seco eu uso uma nova e pequena dose do creme e foi aí que o fato dele ser mais pesado fez mais diferença – acho que para cabelos com mais volume e mais compridos que o meu ele deve ficar melhor.

linha neutrox cabelos cacheados

E vou continuar usando o Neutrox, mas no último sábado minha mãe voltou ao salão Beleza Natural – marca carioca especial para cabelos cacheados e crespos e que desembarcou em São Paulo no Shopping Tatuapé – e dessa vez me trouxe o leave in Cachos Definidos.

Minha mãe descobriu esse salão há alguns meses, eles até a convenceram a assumir os cabelos brancos além dos cachos e ela está linda, e já havia me dado para testar o shampoo, o condicionador e o leave in, mas todos da linha básica da marca.

Shampoo e Condicionador aprovados, mas o leave in da linha tradicional não deu conta dos meus cachos, ficou ótimo nos cabelos da Carolina, minha filha, que tem cabelos apenas ondulados.

Esse novo leave in, ahhh, estamos falando de outra coisa: além de ter o ponto forte de todos os produtos da marca, que é a hidratação maravilhosa, ele deixou meus cachos lindos lindos, na medida, e no dia seguinte eles não ficaram pesados com a nova dose.

Cremes Leave In Beleza Natural

O que eu fiquei feliz mesmo é que os dois produtos são nacionais – e o certo é ser, afinal o cabelo cacheado é bem coisa de brasileiros e suas mil descendências – e tem preço amigo.

Você também tem seu favorito para cabelo cacheado? Me conta!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Oi, Simone!
    Meu cabelo é ondulado como o da sua filha. Quando quero que fique enrolado, tenho que bater cabeça (rs*) e não passar o pente; esse inimigo número 1 dos cabelos encaracolados.
    Fui olhar o creme que saiu de linha, por acaso é esse?
    Vivo trocando o uso dos produtos para o cabelo. Acho que eles acostumam, pois ficam bons 2 ou 3 vezes e depois não fazem mais efeito.
    Estou achando o máximo a mulherada assumindo os cabelos brancos. Deveriam queimar as tinturas em praça pública como fizeram com os soutiens.
    🙂
    Beijus,

    Responder

    1. Menina, ele mesmo!! Deve ser estoque, vou correr e comprar!!!

      E pente? bem, eu não pentei meu cabelo há mais de uma década, só a franja que eu seco com secador para ficar com cara de arrumadinho.

      E as meninas agora fazendo mexas e tingindo de cinza? Eu confesso que estou amando esse colorido novo, mais fantasia, que o pessoal anda adotando.

      Beijos

      Responder

  2. Estou temporariamenye sem cachos, tosei os cabelos e estou procurando um para os meus cachinhos curtinhos. Vou procurar suas sugestões!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *