Grey’s Anatomy: The Distance (11×14)

Um episódio de pura aflição. A gente sabe que a Shonda não presta, então estávamos todos prontos para chorar horrores pela Herman, que mal chegou e a gente já considera tanto. Ainda que sua vida tenha sido poupada, o roteiro não facilitou nada nada para a gente o caminho.

Me diz: qual foi o pior momento para você? Pode ter sido quando a gente vê a Arizona desesperançada porque a Herman não desperta ou quando Amelia e a residente (gente, eu não consigo guardar o nome dessa guria nem por decreto) descobrem que houve um pequeno derrame.

Para mim, foi quando a Amelia pede ao Richard que ligue para o Derek. Assim como um dos mais queridos foi quando ele se negou a fazer isso e ela continuou a cirurgia. Ela saiu daquela sala de cirurgias quase morta, com as costas doendo, mas sem dúvida mais leve.

Eu só posso imaginar como ela se sentiu naquela sala de cirurgias. Ela podia ter se preparado de todas as formas possíveis, mas a verdade é que, ao resolver que você vai abrir o corpo de alguém para tentar consertar lá dentro, você está se oferecendo ao impossível.

E quando a coisa fica difícil a gente “rateia” mesmo. Então eu jamais criticaria ela ter tido esse momento de fraqueza. Então graças aos céus que Richard ainda esteja por aqui para ser a pessoa certa a quem recorrer – poderia ser a Meredith também, ela também não ligaria, mas não seria tão receptiva quanto Richard.

Só que Amelia não teve o episódio só para si, também foi a vez de Arizona enfrentar seu medo de não ser boa o suficiente. De ter que segurar a bronca quando sua úncia vontade era ficar desesperada naquele observatório perto de sua mentora e amiga.

Se Amelia teve o tumor a desafiá-la, Arizona teve Bailey fazendo o papel de grilo falante, consciência do mal ou o que o valha para fazer com que ela tivesse dúvidas. Só que ela, como dizem por aí, segurou o touro pelo chifre e fez o que precisava fazer.

Amelia e Arizona terminam o episódio mudadas. Herman não será mais uma cirurgião – e nem nos cabe pensar se teria sido diferente se ela tivesse aceitado a cirurgia antes -, mas ela vai dar um jeito. Porque é isso que os fortes, os super heróis fazem: eles dão um jeito. Eles encontram um novo caminho.

Grey's Anatomy: The Distance 11x14 s11e14 Amelia

O que, aqui entre nós, foi o que a própria série fez neste ano, não é verdade? Encontrou um novo caminho e, ainda que tenha perdido muitos de seus fãs após a partida de Cristina, nos mostra histórias que valem a pena ser vistas.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


    1. Eu só não achei cruel porque a Herman foi muito bem trabalhada, ela decidiu cada passo que deu e ela arriscou consciente dos riscos. Eu fiquei triste, mas depois aceitei.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *