Grey’s Anatomy: Staring at the End (11×13)

Meu medo é que a Shonda e seus asseclas são loucos para nos fazerem gostar de alguém de pois “kabum” bem no meio da nossa cara.

Por que eu falo isso? Porque agora eu já gosto um montão da Herman, ela terminou o episódio entrando na sala de cirurgia e o fato do episódio chamar “encarando o fim” não é lá muito animador. Torcendo, de verdade, para eu estar errada.

Tentando não sofrer por antecipação: que episódio bom! Achei muito legal o fato de dividirem a narrativa entre Amelia e Herman já que essa cirurgia meio que se tornou “vida ou morte” para as duas, ainda que no caso de Amelia seja vida ou morte de sua carreira.

Amelia passou a vida toda sendo a “número 2” e esse é um peso que ninguém gosta de carregar, não é mesmo? É preferível estar numa posição bem mais para baixo do que ficar bem ali, no quase.

Então além de não querer perder a Herman eu realmente gostaria de ver Amelia conseguir acabar com o bebê tumor, mesmo odiando essa comparação toda que ela fez ao longo de sua palestra.

E eu realmente quis dar na Callie quando ela soltou aquele “Derek vem para a cirurgia?”.

Não menos importante foi ver Arizona nesse caminho. Arizona que procurou por uma solução para Herman, ainda que a solução tenha vindo por acaso como Amelia, já que ela não tinha pensado em mostrar os exames para a neurocirurgiã. Arizona que aprendeu tudo que Herman tinha para ensinar e ainda se arriscou um passo a mais, dando segurança para que, a agora amiga, encarasse a própria cirurgia.

Bom, e eu devo dizer que olhar para Amelia antes da cirurgia também deve dar um pouco mais de confiança.

Grey's Anatomy Staring at the End 11x13 s11e13

Nesse panorama de mulheres estrelas até mesmo Stephanie, de quem eu não gosto nem desgosto, conseguiu pra si uma cena bonitinha, ainda que irritante. Irritante porque esse negócio de discurso “encorajador” é tão usado pela Shonda em Scandal e How To get Away With Murder que eu já cansei dele.

P.S. Bailey e seu super envolvimento com os pacientes: adoro, mas nada menos “cirurgião” que isto. Só que essa insistência acabou gerando a linda cena da Herman mostrando para a Arizona porque essas escolhas são tão difíceis.

P.S. do P.S. Cena do Owen levando o café para Amelia e ela mostrando com isso o quanto nervosa ela estava: muito bom!!!

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Acho que essa cena do P.S. é a que mais mostrou o lado humano da Herman. Mostrou que ela não é fria e calculista, que ela sabe o preço de cada escolha, e que paga o preço porque é absolutamente necessário, mas não sem peso no coração.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *