Bolo Peteleco de cobertura durinha

Bolo Peteleco é aquela herança de família: minha avó fazia, minhas tias faziam, minha mãe fazia e eu faço também. Desde sempre. Carol adora e já levou muito de lanche no formato cupcake. Eu gosto porque é aquele bolo gostoso que dificilmente não dá certo e tem sabor forte de chocolate, não é muito doce.

Claro que, por conta da filha, eu já cobri muitas vezes com brigadeiro, para deixar mais doce. Sem ele eu já comi muitas vezes com sorvete de creme – fica ótimo.

Mas depois de ter descoberto o segredo da cobertura durinha, aquela que a gente come com bolo cenoura e que nossas amigas juram saber fazer, mas a gente nunca acerta. Sabe qual é? Pois bem, outro dia descobri o segredo de um e, aha, todo bolo de chocolate aqui está sendo acompanhado dela – e aqui tem bolo de chocolate toda semana.

Claro que, na primeira vez em que a cobertura deu certo, ela foi parar no Instagram e desde então estou devendo a receita para minha amiga Patricia, do Comida Boa Muda Tudo.

Hora de pagar a dívida.

bolo peteleco

Bolo Peteleco

3 xícaras de farinha de trigo

1 xícara de chocolate em pó ou cacau (usei cacau da última vez, fica meio amargo)

2 xícaras de açúcar

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

2 ovos

1 xícara de óleo

2 xícaras de água fervente

– Misture todos os secos, de preferência usando uma peneira para deixar tudo bem soltinho;

– Acrescente os ovos e o óleo, misture novamente, bastante.

– Acrescente a água quente aos poucos, se não tiver feito o passo anterior direitinho corre o risco de cozinhar os ovos, cuidado.

– Tudo misturado coloque na assadeira e leve ao forno médio (200°), pré-aquecido, por 30 minutos ou até o palitinho sair sem sujeira.

Cobertura de Chocolate durinha

1 colher de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de leite

1 colher de sopa de chocolate

1 xícara de açúcar

– Misture tudo direitinho e leve ao fogo baixo, BAIXO, mexendo sempre, até engrossar;

– Quer saber se chegou no ponto? O pulo do gato: quando você estiver mexendo e a colher começar a deixar um rastro atrás, em que você vê o fundo da panela, dê uma inclinada na panela. Se a cobertura vir rapidinho, juntinha, é porque você já pode desligar e jogar sobr eo bolo, fazendo um zigzag até preencher tudo.

Atacar.

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Sou daquelas que nunca acertam essa cobertura… tanto que já desisti. Mas qualquer hora tento de novo, seguindo sua dica. 🙂

    Responder

  2. Aiiiii, que vontade de fazer esse bolo agora e com essa cobertura durinha! Obrigada por compartilhar essa maravilha.

    A vizinha penhoradamente agradece!

    beijos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *