Acertando os ponteiros para a volta às aulas

Por aqui as aulas começaram já na semana passada, mas essa é a primeira semana para valer, horário de aulas em mãos e aquele monte de cadernos na mala – por escolas como as americanas, com seus armários que permitem que as crianças não terminem o ano com dores de coluna.

Eu comprei o material logo na primeira semana de janeiro, a escola da Carol publica a lista no site deles e isso facilita muito, apesar deles sempre conseguirem pedir livros paradidáticos que não são encontrados em livraria nenhuma e com muito dificuldade no Estante Virtual.

Pequenas fortunas gastas – e olha que mochila não tivemos que comprar, compramos ano sim, ano não, e renovação de uniforme só no meio do ano – entre material, livros de inglês, que não podem ser comprados usados já que as crianças respondem tudo neles mesmos, e parcelas das apostilas do sistema educacional da vez.

Uma semana antes da volta às aulas já começamos a chamá-la de volta para casa mais cedo à noite e acordá-la mais cedo de manhã, mas nada prepara uma menina entrando para a adolescência, justo agora que ela consegue dormir depois das sete da manhã, a acordar as seis da matina de segunda a sexta.

Coisas que ajudam? Acordar realmente no horário necessário. Eu demoro de manhã para entrar em pleno funcionamento e adoro os quinze minutos a mais de cama, mas não pode. Não adianta. Seis da manhã eu TENHO que levantar e começo a acordá-la. Enquanto lavo o rosto e escovo os dentes, ela ganha uns minutinhos de preguiça. Mas só.

Ter tudo a mão na véspera também ajuda: checar a mochila com o horário para ver se os cadernos certos foram colocados; uma gaveta exclusiva para uniforme de escola para ela saber aonde pegar sem ficar bagunçando tudo; uma lista de afezeres matinais, para ela não ficar perguntando a cada cinco minutos, e perdendo três no processo, “o que eu faço agora?”.

Se possível já deixe o lanche também separado. Checar se lápis estão apontados, se a borracha foi perdida, se algum caderno precisa de ajuste no espiral que insiste em sair são tarefas relegadas aos sábados pela manhã, já que são mais demoradas.

Um calendário anual de uma página só (usei o disponível na página do Super Zíper) em lugar visível também é legal, assim eles podem marcar os eventos mais importantes e ver a semana passando com menos ansiedade porque sabem o que vai acontecer. Um recadinho carinhoso também vale e pode fazer uma imensa diferença entre o mau humor matinal e um sorriso.

Organizei tudo com ganchinhos com adesivo da 3M, saíram uns novos cujo adesivo é transparente e tem lingueta para ser facilmente retirado se necessário, recomendo.

Aqui vamos caminhando para a escola e eu sugiro a prática sempre que possível, já que as crianças chegam mais despertas e animadas.

De resto, força na subida porque férias, agora, só em julho

calendario+horario+recadinho

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

Deixe seu Comentário