2 comentários em “Bicicletas e subidas”

  1. Claudia Djmisscloud Santos

    Si, os nossos governantes ainda acham que “Governar é abrir estradas” – até porque estradas tem licitações e licitações tem porcentagens (nos caixas 2 ou 3), né? Ou seja, pessoas públicas que não tem a menor vontade de melhorar as cidades para o público.

  2. Lu Monte
    Lu Monte 12/09/2014 em 1:54 pm

    Agora, imagina que maravilha seria em Brasília, que tem vários trechos planos? Mas não fazem, ou fazem errado, tirando (MESMO) o espaço dos pedestres, a parte mais fraca da relação; ou interrompendo-as abruptamente, fazendo-as ligar o nada ao coisa nenhuma. Quando fazem uma um tiquinho mais decente (no canteiro central do eixo monumental, mas é só num trecho pequeno dele), tem o povo do “ain, mas e o tombamento?”.

    É difícil, viu. Dá vontade de mudar pra Marte.

    Enfim. Ver o projeto daí me dá esperanças de que talvez sirva como piloto e modelo para outras cidades. Eu jamais aproveitaria diretamente as ciclovias, mas tenho certeza de que todos aproveitariam indiretamente, inclusive os que reclamam.

Deixe seu Comentário