Hawaii Five-O: Aloha. Malama Pono (Farewell and Take Care) (3×24)

Nem tão bom quanto gostaríamos, nem tão ruim quanto poderia ser. Com uma terceira temporada muito boa, Hawaii Five-O merecia uma season finale melhor, mas na verdade fez o possível com o que tinha para encerrar.

Hawaii Five-O: Aloha. Malama Pono (Farewell and Take Care) (3x24)

Por exemplo: era preciso dar um jeito em Doris. Eu duvido que eu seja a única a não suportar a mãe de Steve e que até deseja que a senhora volte pro túmulo de onde nunca deveria ter saído. Com a ida da senhora McGarret para Hong Kong junto com Adam e Kono eles acabaram por solucionar parte do problema, já que pegava mal o sumiço dela morando no mesmo lugar que o filho.

Melhor só se ela tivesse revelado seu sei lá qual grande segredo ao filho antes da partida. Quem mais achou que ela ia soltar um “WoFat é seu irmão” na sala do Steve por favor levante a mão! o/

Também era preciso finalizar a história de Kono não confiando em Adam e, tendo arrastado isso para o último episódio da temporada, o jeito foi correr com tudo, fazer com que Adam tenha que salvar a namorada matando o próprio irmão canalha e tendo de sumir por um tempo para salvar a própria vida. A parte ruim, ainda que compreensível é que Kono foi com ele.

Eu fiquei realmente aliviada de não deixarem a moça como suspeita para a próxima temporada, afinal já tivemos McGarret e depois Chin fugindo da polícia por tempo demais antes de serem inocentados, então foi com bastante alívio que soube que Fong resistiu e que as provas foram suficientes para salvar a pele de Kono. Também entendi que ela precisasse seguir seu coração, mas começar a temporada desfalcada, de novo, não me agrada.Ela já foi quase tirada do time uma vez, não é mesmo?

Só que a grande cena da noite não durou nem 3 minutos e encerrou a temporada com uma questão totalmente nova: quem são eles? Quem é esse grupo capaz de invadir uma prisão de segurança máxima a fim de matar WoFat e fazer com que ele apele para Steve salvá-lo? Olha eu aí de novo achando que os dois são irmãos. Vão vendo!

Para balancear e não nos deixarem totalmente bravos com esse final os roteiristas resolveram fazer Chin ter coragem de ligar para Leilane, numa das cenas mais fofas da série até hoje, e trazer de volta Gaby depois do papelão do episódio passado. Bom, vamos pensar por este lado: pelo menos todos mundo da equipe está dando sorte no amor, não é mesmo?

Quer dizer, eu acho, porque o aparecimento daquele antigo amor da Catherine do nada apenas para dar um oi não tem cara de que foi à toa…

P.S. Roteiristas do meu coração, não mexam com Steve e Cat, faz favor.

P.S. do P.S. Senti falta do Kamekona neste episódio. Ele podia ter levado uns camarões pra viagem na despedida da Kono, não é mesmo?

P.S. do P.s. do P.S. Se eu já não gostava do Michael, agora odeio. Como assim tentar matar o Fong?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

7 Comentários


  1. Simone, quando vi o Michael no laboratório, eu gritei “o Fong, não!”. Achei o final muito corrido e afoito. Levanto a mão: também achei que ela ia revelar que Wo Fat era o irmão do Steve.

    Responder

    1. Nossa, eu senti mais pelo Fong do que por muito personagem com mais tempo de tela, viu? Risos. Enrolaram tanto no meio da temporada e depois tiveram que compensar.

      Responder

  2. Oi, de novo. Castle retornou. Já viu? E estou adorando Cracked, que você recomendou.

    Responder

  3. Ótimo review, como sempre. Compartilhando da antipatia à sra. McGarret e desejando que não volte mais.

    Como assisti metade da temporada, dei um tempo vendo outras séries e depois a outra metade, não me lembro em que episódio Wo Fat ficou com o rosto desfigurado. Vc lembra em qual episódio e como isto aconteceu?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *