Revenge: Truth, Part One (2×21)

O pessoal de Revenge resolveu realmente não brincar em serviço e encheu a final, em duas partes, de acontecimentos. O mais marcante, sem sombra de dúvidas, é Conrad explodindo a própria empresa sem dó nem piedade.

Revenge: Truth, Part One (2x21)

O que me faz desconfiar muito de que o moço nos enganou esse tempo todo e tem mais poder do que a gente imaginava. Todo mundo apostando as fichas na maldade de Victoria e ele atuando nos bastidores. A gente achando Emily toda esperta e ele manipulando todo mundo. Algo me diz que as coisas não vão acabar bem nessa quarta.

Conrad consegui inverter a  história para seu lado, sujar ainda mais o nome do pai de Amanda e, ao que parece, explodir Jack nervosinho. Tudo de uma vez só. Diga-se de passagem, depois de confiar em Victoria Grayson, enquanto conta vantagem de não confiar em Ashley, Jack estava merecendo mesmo ser explodido.

Por conta disso eu devo reclamar bem do canal Sony exibir as duas partes em separado, né? Afinal a gente tá lá, todo aflito, subindo no sofá, e de repente paf, cortam. Desanimador.

Bom, se a falta de conclusão nos deixou roendo as unhas, não posso reclamar da condução da trama: a medida que Nolan iam ficando cada vez mais aflito, a gente ficava mais aflito também. Isso sem contar o nervosismo completo por conta de Aiden. Me digam vocês: alguém trocaria qualquer lugar com Aiden por uma vingança com Daniel bobão? Eu, com certeza, não. Tá, eu sei que ele anda um tanto irritante nos últimos episódios, de que foi decepcionante a gente descobrir que ele escondeu o segredo de Emily esse tempo todo, por mais justificativas que ele tenha dado, mas ainda assim ele é o melhor do trio de candidatos ao coração da nossa heroína torta.

Com tanta coisa acontecendo a gente, e ao que parece os roteiristas, simplesmente esqueceu de perguntar porque afinal a Iniciativa quis apagar a cidade toda. Foi só para fazer drama? Para dar tempo a Grayson para que ele preparasse o golpe final? Não sei mesmo.

A questão é que Revenge conseguiu se recuperar muito bem nesta reta final dos erros do começo dessa segunda temporada, conseguiu nos entregar episódios realmente empolgantes, mesmo que algumas vezes confusos por conta do tanto de informação jogada em nossa cara.

P.S. Pelo meno o ator que faz o Daniel trabalhou direitinho: ele era o único com cara de surpreso naquela palco na hora da explosão.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *