3 comentários em “Pelo direito de não ser 1003”

  1. Lucia Freitas
    Lucia Freitas 11/03/2013 em 11:17 am

    hehehehe
    tá melhor que eu, Si, que só aprendi a história das operárias russas aos 4.7… 😀
    Amo a sua imperfeição, santa.
    beijo enorme

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 11/03/2013 em 11:29 am

      E eu amo vc, linda!!!

Deixe seu Comentário