NCIS: Shell Shock (Part I) (10×6)

Fiquei uma impressão de que esta história poderia ter sido contada em apenas um episódio de NCIS, vocês também? Afinal, enrolamos trinta e cinco minutos para descobrir o que realmente importa nos cinco minutos finais.

NCIS: Shell Shock (Part I) (10x6)

Porque eu passei o tempo todo do episódio esperando pela virada, não era possível que eles tivessem feito um episódio todo sobre um cara que quase mata outro simplesmente por engano, não é mesmo?

Além disso, Gibbs fazia aquela cara dele de que sabia que tinha algo mais, que a intuição dele estava mandando recado – algo me dizia que ia além daquele lado dele de sempre achar que um fuzileiro nunca erra, sabem?

No final das contas a confusa história do fuzileiro que sofria de stress pós-trumático acabou se revelando a história de dois soldados que sabiam algo que ninguém sabia, no caso que sabiam que um outro fuzileiro era um traidor.

O que eu não posso discutir é que com tudo isso de preparação o próximo episódio não será fraco, afinal a equipe aora tá toda braba e ainda existe o risco de uma bomba explodindo em solo americano.

Agora, o que importa mesmo deste episódio é esta imagem, certo:

tony dinozzo ncis

 

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. mandou bem Simone … o que importa é essa imagem, como dizem uma imagem vale por 1000 palavras

    mas falando sério, foi legal ver o Tony falando pela 1a. vez sobre a mãe e nos dando uma explicação sobre a fissura do Tony por filmes, apesar de saber que as 2 primeiras temporadas o Tony nunca mencionou nada sobre filme e teve até o 1o episódio em que a Agente Cassidy aparece que ele dá sinal que não sabia nada sobre cinema

    mas mesmo assim o final do episódio me deixou ansiosa pra ver o próximo

    Responder

    1. Cleide, eu tenho a impressão que reconstruíram Tony depois da saída da Kate. Eles colocavam muita coisa na relação e tensão dos dois, com a saída dela ele precisava deixar de ser o moço bobinho – porque era isso que ele parecia perto dela – e ganhou essa persona um tanto mais caricata. Não de um jeito ruim, mas com esses exageros de mulherengo e com essa história de citações de cinema.

      Responder

      1. concordo Simone
        mas isso que mencionei só mesmo cavando e revendo as 1as temporadas para saber
        esse Tony que vemos hoje em dia está tão absoluto na nossa memória que esses pequenos detalhes ficam esquecidos

        mas foi interessante ver um pouquinho do Tony criança e sua mãe, meu coração shipper que não sossega já prevê uma aproximação de Ziva por conta disto

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *