2 comentários em “Câncer de mama, e aí?”

  1. luma rosa
    luma rosa 21/10/2012 em 8:50 pm

    Simone, até mesmo os profissionais estão com informações defasadas sobre o câncer. Faz pouco tempo, um médico ortomolecular residente na minha cidade pediu que olhasse o rótulo do desodorante que uso e descontinuasse se tivesse alumínio na fórmula.
    Antigamente as mulheres também amamentavam mais, fator esse que ajuda a dificultar o desencadeamento do câncer de mama.
    Estou bastante curiosa para saber a conclusão dos profissionais brasileiros, da questão apresentada por uma pesquisa americana de que não se deve fazer tantos exames preventivos. Se falaram sobre esse assunto, por favor, me ajude sobre esse ponto.

    Off-topic: Como você já participou do BookCrossing, vim te avisar que foi lançada a campanha para o 5º BookCrossing Blogueiro que acontecerá do dia 08 ao dia 16 de Novembro.

    Boa semana!! 🙂

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 22/10/2012 em 9:57 am

      Oi Luma! Uma coisa que eles falaram foi sobre o auto-exame: eles falam que é importante que ampulheta conheça seu corpo, até para perceber mais facilmente alguma mudança, mas confirmaram que o auto-exame só detecta tumores muito grandes, ou seja não tem utilidade.

      De resto reforçaram que a mamografia após os 40 anos é fundamental, mas antes disso exames como ressonância e ultrassom valem mais pra quem tem risco na família que para a população em geral.

      Vi seu recado no facebook e teu post, semana passada acabou sendo atípica, só estou lendo posts de quarta pra cá. Vou participar sim!! Beijos

Deixe seu Comentário