Grimm: Bad Teeth (2×01)

E quem mais comemora comigo o fato do Universal Channel não ter nos deixado esperando e já ter estreado a segunda temporada de Grimm?

grimm bad teeth nick monroe rosalee kelly renard

Grimm que voltou em grande estilo num episódio que não nos deu tempo de respirar direito, ainda tentando processar o reaparecimento da mãe de Nick, que parece ter ficado todo esse tempo correndo atrás do próprio rabo perseguindo quem causou a morte do marido, o roteiro reconta os principais acontecimentos do final da primeira temporada e já nos dá uma historinha nova de presente.

E Kelly é quem conta a Nick o envolvimento dos seus antepassados e os cavaleiros das Cruzadas – olha só como esse povo é criativo! – e sobre o tal mapa em sete partes que levaria a grande arma escondida por séculos. Uma nova mitologia já é criada logo neste primeiro episódio, o que garante mais material a ser explorado, muito além das lendas originais.

Enquanto aprende coisas novas com a mamãe, Nick ainda continua aflito por conta de Juliette – cuja cura está nas mãos de Rosalee e da loira mãe da Adalind – e tem de encarar um novo vilão de mau hálito e grandes caninos.

Se eu fosse reclamar de alguma coisa seria do fato deste não ter sido um episódio duplo. Vô te dizê!

P.S. Gente, a diferença do Nick do começo da primeira temporada para esse Nick aqui é praticamente palpável. E deliciosa.

P.S. do P.S. Deliciosa como sua conversa com a mãe de Adalind. Amei!

P.S. do P.S. do P.S. Hummm, tudo indica que Renard é de uma das sete famílias. Por isso não é wesen, mas sabe tudo sobre eles, e por isso que manter Nick sob sua influencia.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

5 Comentários


  1. não é querer ser do contra …. mas pra quê mudar a abertura ? não gostei mesmo

    agora que o episódio nem deu pra respirar e terminou rápido …. e agora é esperar a próxima semana

    parabéns ao povo que está escrevendo os episódios de Grimm pois a criatividade está ótima, mandando muito bem

    melhor que isso é ler os reviews da Simone \o/

    Responder

    1. Então, eu achei que eles deram essa narrada por ser o primeiro episódio da temporada, me pareceu como um resumo do que aconteceu até aqui, meio que tentando atrair quem não acompanhou a primeira temporada. Pro meu marido, por exemplo, foi excelente. O jeito é esperar o segundo episódio pra ver se eles continuam com a embromação, kkkk

      Feliz que gostem dos reviews da Simone!! 🙂

      Responder

  2. “não é querer ser do contra …. mas pra quê mudar a abertura ? não gostei mesmo” [1] Foram na contramão: toda série encurta a abertura – eles esticaram com um narrador mala!

    Assim, vou rever os primeiros episódios pra ver aquela história de “ter que morrer um Grimm na família pra próxima geração assumir” (adoro achar furos nas histórias, aka espírito-de-porco-que-anda)

    O que eu mais gostei do episódio foi “mamãe tá fazendo uma comidinha de-li-ci-o-sa pra você”. Mãe é mãe, mesmo sendo caça-monstros, nénão?

    Responder

    1. Então, expliquei ali pra Cleide que eu acho que essa narrativa foi só nesse primeiro episódio, o jeito é esperar pra confirmar.

      Eu realmente não lembro de falarem isso no começo, mas lembro da tia perguntando se ele já estava vendo coisas estranhas ou não… A cara do Nick foi de que o tal tio era pirado e que se ele visse algumas coisas seriam explicadas, não foi não?

      Sim, mão é mãe, risos…

      Responder

  3. “Se eu fosse reclamar de alguma coisa seria do fato deste não ter sido um episódio duplo” (2)

    Já faz tempo que assisti o episódio, mas parei de ver, vou esperar para assistir quando postarem os comentáros, senão não tem graça! kkkkk Mas lembro que adorei tudo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *