Dica de Presentinho Delícia de Dia dos Pais (das Mães, dos namorados, do amigo…)

Meu pai é uma pessoa muito simples. Vocês não tem ideia do quanto. E não é fácil escolher presentes para ele, que sempre dá a impressão de que não precisa de nada.

No aniversário dele em junho eu sabia o que dar, porque ele havia comentado uns dias antes que uma parafusadeira ia ser uma boa para seus trabalhos manuais – sim, eu tive a quem puxar – e coisa e tal e foi o que ele ganhou.

Na arrumação do escritório vários livros de suspense policial sobraram pra ele, de novo: tive a quem puxar.

Roupas? Não liga, vive de camiseta e bermuda e tá tudo bem. Tecnologia? Não liga. Então a resposta garantida de sucesso é um bom vinho, afinal, ele é simples, mas é espanhol.

Reaproveitei uma embalagem de vinho da 1900 que estava aqui em casa, cortando a marca – vi que ela era bem mais alta que a garrafa – mudando a forma de fechar e fazendo graça com uma gravata de papel de scrapbooking – mesmo ele não usando gravata há anos, é meio símbolo de pai, não é mesmo?

Mas eu ainda não estava satisfeita.

Então me deu os cinco minutos, nos quarenta e cinco do segundo tempo, passei no Na Minha Panela e escolhi duas receitas simples de biscoitos: Biscoitinhos de Nutella e Biscoitinhos de Maisena. Em comum as duas receitas tem apenas 3 ingredientes cada e são ótimas para fazer com as crianças.

Massas prontas, fizemos bolinhas, corações e estrelas. Já assadas mereceram embalagens especiais: saquinhos de cachorro quente enfeitados com carimbos de scrapbooking foram furados em suas laterais e fechados com cordão de ráfia. O do meu irmão ciclista não ganhou carimbos porque foi fechado com clips temáticos com a cara dele.

Pronto, presente ideal se você está sem grana, não sabe o que dar ou, mais que tudo, quer colocar amor e personalidade no que está entregando!

P.S. Eu apenas mudo uma coisa na receita do biscoito de Nutella: como uso ovos caipiras eles são bem menores que os de mercado, uso então dois ao invés de um.

P.S. do P.S. Eu tenho um fornão porreta, então quarenta minutos são demais mesmo em sua temperatura mais baixa. No máximo 25, caso contrário eles ficam duros, impossíveis de comer. Vale, então, ficar de olho a partir dos vinte minutos e retirar antes se achar necessário.

 P.S. do P.S. do P.S. A receita dos biscoitos de maisena rende horrores: fiz os saquinhos do marido, pai e irmão, enchi um vidro de biscoitos e ainda precisei resgatar uma Tupperware decorada de tanto que ficou. Tipo: se você é vizinha e quer aproveitar os meus de maisena pro seu presente, fique a vontade pra passar por aqui.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *