1 cão, 3 gatos, 15 dias depois…

15 dias depois é com felicidade que eu anuncio: estamos todos vivos e bem. Quer dizer, quase todos bem.

Tequila mudou a rotina aqui de casa, já destruiu um sapato, de vez em quando mastiga o braço do sofá, faz xixi no jornal, quase sempre, e já deixou o apartamento todo cheirando a cachorro. Com tudo isso não é de surpreender que todo mundo da família já tenha sido conquistado por sua falta de jeito e sua carinha carente.

Quase todo mundo, de novo. Nossa gata mais velha, Muçarela, que nunca viveu na rua nem conviveu com cães não consegue se acostumar com a nova habitante e tem vivido em cima da minha televisão, de lá saindo para comer e ir na caixa de areia e olhe lá. Se ela e Tequila se encontram no meio do caminho ela risca fósforo e os pelos das costas ficam todos eriçados. Confesso que não vejo ela se acostumando a nova habitante.

Já o Provolone, o gato que às vezes pensa que é um cão, foi o que se adaptou mais fácil e até já divide sofá com a tequila. Acredito que mais um tempinho e já estarão dormindo enrolados – ainda mais se considerarmos o frio polar que está fazendo nessa cidade.

Jujuba, a minha bebê, é tão criança quanto à Tequila e está mais interessada na brincadeira do que saber que raio de bicho é esse que faz barulhos ao correr. Pega-a-pega, aliás, é a brincadeira preferida das duas. O mais engraçado é que Jujuba, que não é boba, já percebeu que Tequila não sobe tão alto quanto ela e para lá escapa, deixando a cachorra correndo em volta de mesas e cadeiras e tentando por todo custo pegá-la.

Esses dias enquanto a cachorra corria em volta da mesa, Jujuba corria no sentido inverso nas cadeiras. A cachorra ficou esgotada.

Carol continua amando… Mesmo com mãos e braços todos marcados pelos pequeninos dentes de seu bicho de estimação. Ajuda na limpeza de xixis e cocôs, sem muito empenho, mas ajuda. Dá comida e colo, só precisa aprender a mandar na cachorra – mas eu nunca consegui isso quando era criança e meus pais tinham 4 cachorros ao mesmo tempo.

Tequila acha que todos os brinquedos são dela, com especial gosto pela janela mais baixa do arranhador e pelos ratinhos de catnip. Os gatos olham com ar de superioridade para todo o escândalo que ela é.

Isso, um escândalo! Engraçado que quando você arruma um novo gato você nem percebe, você arruma um cachorro e parece que tem uns dez novos animaizinhos em casa. Gatos são elegantes e charmosos, não fazem barulho ao correr. Cães são estabanados e desastrados e é impossível passarem sem serem percebidos. E então te olham com aquela carinha fofa que faz com que você perdoe o vaso derrubado ou o rabo que bateu no xixi e o atirou na parede.

Tequila só poderá sair na rua após a terceira dose da vacina contra doenças e da vacina contra a raiva e isso é só daqui dois meses e eu não sei dizer para vocês quem está mais ansiosa por este momento: ela, eu ou a Carolina.

P.S. Até mesmo a comida a bicharada anda compartilhando. O problema é que a cã, nisso, está com uma barriguinha considerável, já que aproveita para beliscar a comida felina. Do outro lado, descobrimos que antes de tudo vem os pedaços de frango com molho. Vocês conhecem? São uns sachês da Pedrigee com comidinha molhada que cheira muito forte.

Ganhamos uns no pet shop e ao abrir pela primeira vez percebemos que a vida jamais seria a mesma: Tequila pira na hora do almoço e este é o único momento em que rola algum “stress”, já que essa ela não divide com ninguém.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

8 comentários em “1 cão, 3 gatos, 15 dias depois…”

  1. @melecanacozinha
    @melecanacozinha 16/07/2012 em 7:59 pm

    Own, para você ver que cães e gatos nao vivem junto é um mito.
    Parabéns Si, a familia tá linda. 🙂
    Eu tinha uma bb canina e nos 3 primeiros meses ela destruiu 17 ipanemas.. hahahahaha e vai assim até o 1º ano. Boa sorte!
    Bjs

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 22/07/2012 em 6:50 pm

      Obrigada querida!!! Tô aqui guardando tudo que é sapato no alto, risos. Beijos

  2. @lilibollero
    @lilibollero 16/07/2012 em 11:32 pm

    sempre levo isso pra Matusquela comer misturada com a ração dura… ela fica louca mesmo! rs rs e eu adoro os cachorros. definitivamente dps do que vi ontem não me animo a ter um gato não. Brudizinski é um cachorro menino. pronto!

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 22/07/2012 em 6:50 pm

      Risos, como falamos no twitter: cada um com seu cada um né?

  3. Lu Monte
    Lu Monte 18/07/2012 em 9:27 am

    15 dias não é tanto tempo assim… tem gato que demora mais de um mês para se acostumar com outro gato! Acho que ainda há chances de Muçarela tolerar melhor a presença de Tequila. 🙂

    Não fica dando esses sachês toda hora, não, viu? Isso tem o mesmo valor de um fast food…

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 22/07/2012 em 6:49 pm

      Putz, sério? Meu pai tbm está dando todo dia pra cachorra dele em uma das refeições. Vou dar um toque. Aqui eu já passei pro dia sim, dia não, só no almoço.

  4. ana rüsche
    ana rüsche 19/07/2012 em 10:59 am

    canek destruiu dois de meus sapatos prediletos. mas hoje é um lord. cachorros também ficam mais tranquilos com o tempo. só que no primeiro ano… boa sorte!

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 22/07/2012 em 6:49 pm

      Eu acho que quando a Tequila puder sair de casa já será mais fácil, por enquanto é energia demais pra gastar.

Deixe seu Comentário