Colírio: Jack Davenport

Nesta quarta chega à telinha do Universal Channel SMASH, produção da ABC que já teve sua segunda temporada confirmada e quem tem sido sucesso de público e crítica.

Para quem não ouviu ainda sobre a série: uma série musical, mas totalmente diferente de Glee.

Saem as apresentações de escola, entram as super produções da Broadway; saem os talentos adolescentes, entram atores, diretores, produtores de sucesso reconhecido. Mais importante: saem as músicas cantadas do nada e entram as músicas preparadas para fazerem parte de um musical cujo tema é nada mais que Marilyn Monroe.

O que eu posso dizer a vocês de bate e pronto: assisti aos dois primeiros episódios da série em uma cabine do canal e adorei. A produção é realmente caprichada, o elenco é demais – retorno de Debra Messing, estreia de Anjelica Huston na telinha – e New York é mostrada de uma maneira deliciosa.

E tem Jack Davenport. Em primeiro lugar: ele é inglês. Em segundo lugar: ele é daqueles que se tornam mais interessante com a idade (ele tem 39 anos). Em terceiro lugar: ele é inglês. Finalmente: ele tem sotaque britânico.

Em SMASH ele é Derek Wills, diretor e coreógrafo cujo nome se tornou sinônimo de sucesso. Bem como sinônimo de gênio difícil e exigente. Apesar dos protestos do criador, Tom (interpretado por Christian Borle) ele acaba indicado e escolhido por Eillen (personagem de Anjelica) para cuidar do musical.

O ator é mais conhecido da audiência americana por sua participação nos filmes da franquia Piratas do Caribe ou, ainda, por FlashForward. Eu o vi pela primeira vez em Coupling UK, uma das melhores séries que já vi em minha vida (tem no netflix).

Filho de atores ingleses (seu pai trabalhou por mais de 50 anos na televisão britânica), Jack estudou literatura e cinema e casou-se no ano 2000 com a atriz Michele Gomez.

E ainda tem o tal sotaque britânico. Ah: e um sorriso que, afff…

Então, se você nem é muito chegada a musicais, eu te dou um novo motivo para dar uma chance para SMASH, aceita?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

7 Comentários


  1. “Em primeiro lugar: ele é inglês. Em segundo lugar: ele é daqueles que se tornam mais interessante com a idade (ele tem 39 anos). Em terceiro lugar: ele é inglês. Finalmente: ele tem sotaque britânico.” – HAHAHAHAHAHA

    Perfeita explicação. Eu me apaixonei por ele em Coupling. E quando soube que ele estaria em Piratas do Caribe, resolvi ver o filme. E agora só resolvi ver Smash por conta do moço novamente. E acabei gostando da série.

    Ah, olha ele num clipe do Snow Patrol: http://www.youtube.com/watch?v=GwTXwJg6_VE&feature=share

    Responder

  2. ADOROOOOO a série. Elenco bacana; Davenport é tudo de bom e mais alguma coisa; músicas excelentes… O único senão, claro, claro, eu sou do contra mesmo, é a escalação de Debra Messing (muito exagerada e o papel é ridículo, ou melhor, sua postura profissional e familiar).

    Tati, adorei o clip… Lindo, lindo, lindo!!!!

    Responder

  3. Quem assiste uma série britanica, nunca mais assiste uma serie americana com os mesmos olhos…. Assisti Strike Back e estou vendo Spook…. fora um momente de minisseries da BBC….

    Não conheço a série, mas só porque tem um ingles que ficou mais interessante com a idade e tem aquele sotaque divino dos britanicos…. serei obrigada a fazer o “sacrificio” de assistir….. rsrsrs

    Thanks Simone….

    Responder

  4. Oi Simone eu gosto muito de ler os comentários daqui e na maior parte do tempo concordo plenamente, algumas vezes discordo, mas tudo bem creio que isso é normal, gosto do seu humor afiado e aprecio sua ironia e sarcasmo quando fala de alguma série ou personagem. Eu faço download da maioria das séries pois sou seriemaniaca, por isso devo dizer que houve um lapso da sua parte ao dizer que é a primeira participação da fabulosa Angélica Huston na tv, ela participou de uma temporada do médium, que passa diariamente na USA.
    Quanto ao fabuloso inglês concordo plenamente contigo, existe um site de download que só tem seriado inglês.

    Responder

  5. Marcia Belloube, AMOOOO séries inglesas. Amei Strike Back (vi as duas temporadas e não sei se tem mais). Estou baixado Spooks, mas por ora só duas temporadas. Vc poderia informar os links para eu poder baixar? Tem que ter legenda, não sei inglês. Obrigada!

    Responder

  6. “Saem as apresentações de escola, entram as super produções da Broadway; saem os talentos adolescentes, entram atores, diretores, produtores de sucesso reconhecido. Mais importante: saem as músicas cantadas do nada e entram as músicas preparadas para fazerem parte de um musical cujo tema é nada mais que Marilyn Monroe.”

    Simone, sem querer estragar pra ninguém com spoillers, mas no 5º episódio parte do meu encanto com a série acabou, pois há 2 cenas “cantadas” que na minha opinião são totalmente desnecessárias e contrárias ao que vc tinha comentado no parágrafo acima… Ainda bem que há outras cenas maravilhosas e dentro do espírito de preparação do musical!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *