Lobão e o sucesso POP

Eu sou ouvinte da Rádio Eldorado e, neste começo do ano, tive a oportunidade de ouvir um trecho da entrevista que o cantor Lobão deu ao pessoal do Trip Eldorado logo após o lançamento de sua biografia, ainda em 2011.

Em determinado trecho o entrevistador, Paulo Lima, pergunta ao cantor sobre sua opinião sobre as “bandas pop jovens”, usando como exemplo o Restart. Paulo Lima destaca o fator “certinho” dessas bandas, insinuando que a música deixou de ter um perfil questionador e também foi invadida pelo politicamente correto, pelo bom mocismo.

Lobão respondeu de forma sensacional – e eu me vi adolescente fazendo exatamente o que ele disse – e eu tento reproduzir aqui, de lembrança: “Esse é um fenômeno que sempre existiu, nos anos 80 tinha Ursinho Blau Blau, Dominó, Menudo. … Isso sempre existiu, é o fenômeno pré-menstrualidade, a menina ouve pacas, aí menstrua e vai ouvir Led Zeppelin como se não houvesse amanhã e nega que um dia tenha gostado dessas coisas.”

Na hora eu lembrei dos Menudos, os certinhos da minha pré-adolescência, e minha migração para os rocks pesados e eu vi que ele tem lá seu tanto de razão.

Para ouvir na íntegra clique aqui, mas já aviso que está bem no finalzinho e não dá para adiantar o podcast.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *