The Good Wife: In Sickness (02×21)

Para quem só lê os textos da série pelo feed ou na página principal do blog, eu sugiro dar uma passadinha no último texto e dar uma olhada nos comentários, o pessoal se empolgou nas análises sobre Alicia e Peter de uma forma que parece que eles até sabiam o que vinha aqui. Porque In Sickness pode não ter sido o melhor episódio de The Good Wife, mas com certeza você não consegue ficar indiferente, torça você por quem for.

Eu achei bem interessante eles repetirem o momento em que Alicia ouve o nome de Kalinda. Ver seu rosto novamente, ver seu olhar na direção de Peter. Você praticamente ouve as engrenagens da mente dela trabalhando.

Só que, aí, tudo ocorre de forma rápida: ela sai, ela encaixota as coisas de Peter, ela arruma um apartamento para ele, providencia a mudança, paga três meses de aluguel adiantado e entrega as chaves em sua mão. Parece rápido demais, prematuro demais. Só que não podemos esquecer que faz dois anos que ela está presa nessa história da qual ela não queria ser personagem. Finalmente Alicia se liberta.

Não tive como não pensar em um texto sobre a série que li no Teleséries já há um bom tempo. Nele, o autor falava que Alicia não era a mulher perfeita porque ela “quase” ficou com Will. Na época eu achei meio machismo, mas deixei para lá. Aí eu vi essas palavras na boca de Peter. Porque ele sabe que ela não dormiu com Will, mas o fato dessa possibilidade existir, para ele, é pior do que ele ter dormido com quem quis – porque a conta deve ser bem mais que duas, meus amigos – e ele precisa se agarrar a isso para não se sentir responsável. “Eu mudei”. Mesmo Peter?

Então eu só podia pensar em Alicia se libertando. Em nenhum momento da série Alicia foi impulsiva. Ela foi racional, ela cuidou de seus filhos, ela recebeu o marido de volta, ela deu uma entrevista para a TV, ela foi a Jackie Kennedy de Peter. Não, ela não estava realmente feliz. Não com o casamento. Mas ao mesmo tempo ela estava feliz com todo o resto: não ter mais a falsidade dos vizinhos, fazer o que gosta no trabalho e ver que é boa nisso, poder pagar as contas sem se descabelar para ter de arrancar o dinheiro de algum lugar. Alicia vivia um paradoxo. Por que? As explicações podem ser muitas, amor por Peter não era uma delas, mas eu acho que ela não se arrepende.

Se algum dia ela acreditou que Peter só tinha tido aquela prostituta? Acho que isso não faz realmente diferença. E por mais que Alicia tenha levantado a bandeira do “você dormiu com minha melhor amiga” isso também não fez diferença na relação do casal – apesar de fazer uma diferença enorme na vida dela, que agora não tem ninguém com quem beber para esquecer os problemas – como eu disse, ela não tinha ficado por amor.

Tudo isso passa pela cabeça da gente enquanto a gente assiste, mas a questão mesmo é que se algo aconteceu nesse tempo todo foi que tanto Peter como Alicia descobriram uma força nela que eles não valorizavam. E isso assusta Peter, enquanto serve de base para que Alicia mude tudo. E o peso é maior para ele porque, se ela não tivesse feito tudo que fez, bem, ele não estaria aonde está hoje.

E é esse medo também que impulsiona seu interesse em ter Cary como aliado: Peter não esperava que Alicia tivesse coragem para deixá-lo e isso faz com que ele não tenha ideia do que vem agora; deste modo, ele quer se proteger.

E o resto do que aconteceu? Ah, eu adoro a Paty e sua falta de ética, sempre.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

6 Comentários


  1. Paty ou Jackie?
    Ah, eu confesso que já vi tudo. Tu-di-nho. Num guentei. E torci taaaaaaaaaaanto pra ela!
    Tô doida pra ver a próxima temporada.
    E olha, quando você diz lá em cima “Porque ele sabe que ela não dormiu com Peter”
    Não seria

    “Porque ele sabe que ela não dormiu com WILL”?

    Bjs

    Responder

  2. oi simone,lembra qdo vc falou pra “arrumarem”uma doença terminal pra filha da alicia?então,poderia ser uma doença hereditária e matar a jackie tbm né!!haha!!
    qto à temporada, in my opnion ,ela está perfeita,não vejo a hora de ver a 3ª e pra terminar, sempre fui will team,então …ansiosa pela season finale!!bjk!!

    Responder

    1. Podia, num podia? O mulher chata. E ela não era assim, ah, o filho é maior canalha e ela vem com essa, affff.. No episódio da semana passada então, vontade de esganar.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *