Fez-se a luz

Você já viu essa foto aqui antes, mais de uma vez. é que tava pensando, na verdade, alguém soltou aquela pergunta “mas você vai na Starbucks todo dia?” e deu um estralo: quase todo dia, é o luxo que eu me permito.

Eu sei que é caro, mas tem dias que eu tenho a sensação de que, se eu não me permitir a caminhada da manhã até lá (o escritório é do lado do metrô, a Starbucks mais a frente), trocar brincadeiras e sorrisos com os atendentes, pegar aquele copo quentinho e depois apreciar aquela bebida, eu simplesmente não conseguiria aguentar o que vem pela frente.

Hoje, no almoço, eu e um amigo falávamos do fato de a gente gastar bem com comida. Acho que então é mais que o café da Starbucks, eu não me importo de gastar com comida, desde que o lugar seja legal e a comida boa (considerem que meu orçamento também não me deixa comer em lugares muito caros não, mas a gente acaba optando no almoço por restaurantes a la carte ao invés dos quilos).

Acho que é um pouco pelo conforto que ela nos traz, um pouco pelo fato de que seria bobeira me importar justo com isso. Já aguento tanta coisa, faço tanto sacrifício. Não sou rica, mas dá para se ter esses pequenos luxos.

No final, a gente merece.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

4 comentários em “Fez-se a luz”

  1. Priscila
    Priscila 26/05/2011 em 12:38 pm

    Si!!
    Concordo plenamente. Comer bem não tem preço, a satisfação vale e muito a pena!!! Bjs!

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 30/05/2011 em 9:34 am

      🙂

  2. Vilma Dias
    Vilma Dias 01/06/2011 em 11:30 am

    Adoro todas suas dicas, leio todos os dias. Assisti ao filme comer, rezar, amar.Adorei agora vou ler também o livro.Você é D+!!!

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 01/06/2011 em 11:49 am

      Olá Vilma!! Obrigada pelo carinho e depois não esqueça de me contar o que achou do livro! 🙂

Deixe seu Comentário