7 comentários em “Déficit na Educação”

  1. Ivana Luckesi
    Ivana Luckesi 01/06/2011 em 9:46 am

    Que lindo relato Simone. Muito bom vc dividir a sua experiência. Já tinha lido o post anterior e achei fantástico vcs procurarem a verdadeira causa dos problemas pelos quais Carol estava passando (que, em verdade, não eram dela, mas da escola). Tenho uma filha que também se chama Carolina e se alfabetizou no ano passado. Ela tem sempre um desempenho muito bom, mas morre de preguiça de fazer as tarefas de casa. Estou mudando as táticas, os horários para ver o que está acontecendo. Sei que nessa idade muitas crianças querem mais é brincar e questionam quando precisam fazer as atividades. Mas converso muito com ela sobre isso, sobre a reponsabilidade com as tarefas da escola etc. É um exercício diário. Eu, que sempre gostei de estudar, fico entre a cruz e a espada. Mas, sempre em frente, né não?

    Adoro passar por aqui, aprendo muito.
    Bjos!

    Ivana Luckesi

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 01/06/2011 em 11:50 am

      Oi Ivana!

      Outro dia escutei uma pedagoga que disse que a educação é o ato da repetição, da volta, da insistência. Por isso tarefa tão trabalhosa. Para quem ama não é problema, não é?

      Você deu um exemplo disse ao contar sobre sua busca. Fico feliz que tenha querido dividir isso comigo.

  2. Vilma Dias
    Vilma Dias 16/06/2011 em 5:20 pm

    Isso era exatamente o que queria ouvir sobre a educação.Está acontecendo exatamente o mesmo com minha filha no colégio.Ela estava muito feliz no colégio o ano passado e neste ano está muito desinteressada pelos estudos.Quase todos os dias sou chamada no colégio pela professora dizendo que minha filha está com algum problema: Vontade de vomitar, dor de cabeça, dor de barriga, dor de dente,( vale ressaltar que sou técnica em saúde bucal e os dentes dela está em perfeita saúde).Levei ela ao médico e ele disse que ela está normal.O médico acredita que o problema seja no colégio, ele vai fazer um relatório para mudança de sala ou de colégio.Porém vou investigar isso mais a fundo, indo vê-la no intervalo sem que ela me perceba e nos horários impróprios, além de conversar com a professora dela.Ainda não fiz isso porque estou me recuperando de um exame de saúde que requer repouso absoluto.A minha filha tem 07 anos e é muito inteligente, mas acho que algo está acontecendo no colégio.No que se refere a leitura, ela evita ao máximo, dizendo que está cansada, tem vergonha de ler, etc….

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 16/06/2011 em 5:26 pm

      Vilma, às vezes nem é problema da escola como um todo, mas algo que não está funcionando para ela. Eu acho que vale sim sua investigação e envolvê-la na troca da escola.

  3. Elisangela Sintoni
    Elisangela Sintoni 25/08/2011 em 4:15 pm

    Simone, que coisa. Quando Roberto me falou, não imaginei esta riqueza de detalhes, claro, homens não se apegam em detalhes. Mas, acho que vocês fizeram muito bem. Para quem conhece a Carol, déficit de atenção, realmente vale uma investigação séria. Carol sempre foi super esperta, inteligente, brincalhona, responsável e muitas outras qualidades que as amiguinhas que conhecem e brincam sabem bem. Quanto a escola também fiquei muito triste quando tivemos que fazer o mesmo, mas a quebra de confiança no nosso caso também foi o fator decisivo. O importante é que hoje ambas estão felizes, aprendendo e se desenvolvendo sem medo de ser criança!!! Bjs

  4. Carla Gobernate Favaro
    Carla Gobernate Favaro 21/06/2012 em 9:51 am

    Oi Simone… Que lindo!! Fico muito feliz por ter participado desse momento de resgate da Carol pelos estudos.. Agradeço por essa menininha ter entrado na minha vida para me mostrar e ensinar tantas coisas.. Acho que foi paixão de primeiro contato!! Rsrsrs… Sou sua fã!! Beijossss…

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 24/06/2012 em 8:28 pm

      Carla,

      Obrigada por todo carinho, mesmo! Nós duas nos conectamos a primeira vista, não foi mesmo? Fiquei feliz já naquela primeira reunião pois sabia que você cuidaria bem de minha pequena. Que ainda possamos compartilhar muitas conquistas das nossas pequenas. Beijos

Deixe seu Comentário