Como aprender ciências vira brincadeira?

E fazer com que ela se torne a matéria favorita da criançada? Experiências feitas em sala de aula, imaginação solta, criatividade a mil e um monte de descobertas.

A fórmula foi colocada em prática por um físico inglês que mora há treze anos no Brasil: ele criou um projeto, o quebrou em diversos kits, criou todo o material de suporte, incluindo os livros de apoio e vídeos para professores. O modelo deu tão certo que hoje é utilizado por escolas particulares e públicas, além de exportado para outros países.

Eu confesso que nunca tinha ouvido falar sobre isso, até ser apresentada ao programa pela nova escola da Carol. É claro que a gente ficou encantado, na verdade, ao ver esse mundo de possibilidades – que parece um enorme kit de ciências daqueles de brinquedo, só que com mil experiências – quem virou criança foi a gente.

A criançada pode vivenciar o que está aprendendo, além disso, o programa capacita continuamente os professores, algo fundamental para que isso dê certo.

Conheça mais sobre o programa e seu criador clicando aqui. E aqui, você acessa a reportagem do SBT sobre ele.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *