Fringe : Entrada (03×08)

Tinha gente que apostava em Nina Sharp descobrindo a verdade sobre BOlivia, eu apostava em Walter. No final das contas, foi preciso que nossa Olivia enviasse um recado para Peter para que ele se tocasse da m$#%a que tinha feito. Isso mesmo Peter, você está dormindo com outra mulher e nem percebeu – e a cara de tédio dele no carro, enquanto eles se encaminham para a estação, demonstra bem o quanto ele ficou decepcionado consigo mesmo.

Acredito que o que mais dói em Peter é ele não ter percebido a diferença, sendo que Olivia se arriscou a ir ao ou universo apenas para salvá-lo.

Falando do episódio em si: bem, mais um que vai para a galeria dos melhores episódios de Fringe, mas estou quase convencida de que esta temporada toda está sensacional. Aqui, fica marcada a aflição de não saber como é que Olivia escaparida, mesmo a gente sabendo que ela ia conseguir.

E o Broyles de lá, que já havia cativado meu coração, foi quem ajudou a moça. Eu confesso que já sabia disso desde o momento em que ela conversou com o filho dele naquela praia, quando ele pode perceber que ela era uma boa garota, mas achei legal não deixarem isso fácil demais, mostrar que ele estava em conflito com suas crenças para ajudá-la.

Mas fiquei muito chateada com sua morte. Um pedaço meu gostaria de vê-lo atravessando junto com ela e aprendendo que o lado de cá não é tão mal quanto Walternativo pinta.

Infelizmente, nada de Observador para mim, desta vez…

P.S. Sim, é sempre sensacional ver Walter em ação, seja falando que dormiu por três dias na casa de uma desconhecida achando que estava na sua própria casa, seja ele com aquela cara de perdido tentando achar uma solução para trazer nossa garota de volta.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Si, uma coisa que venho me perguntando há um tempo, n será que o Peter gosta mais da Olivia do outro lado do que a que ele aprendeu a conviver? quando ele foi para o lado de lá, por assim dizer, ele disse que a Olivia de lá sorria mais, e era mais bonita por isso e tals, e no universo de cá, ele começou a namorar essa Olivia porque ela parecia “mudada”… isso parece Greys Anatomy, eu sei, rsrs, mas ao mesmo tempo enquanto a Olivia real faz de tudo por ele, este se apaixona pela outra Olivia, sendo que ele é quase o observador em pessoa, é estranho…alias, tudo que falei acima soa estranho, só Fringe mesmo. rsrsrs

    Responder

  2. AMO Fringe! E fiquei fula com o Peter porque a pobrezinha da Olivia sofreu muito no outro lado enquanto a Biscate-Olívia ficava no bem-bom com o Peter, que resolveu dar uma de Pacey. Então, eu torço para que ela dê um bom fora no Peter… por um tempinho, para ele sofrer também, porque a-do-ro o casal!:-)

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *