The Walking Dead: Tell To The Frogs (01×03)

E, como eu disse anteriormente, o foco do terceiro episódio ficou em Rick e seu reencontro com a família. Apesar de tocante – e de descobrirmos que Shane, o melhor amigo de Rick, foi quem disse para a esposa dele que ele estava morto – o episódio foi o mais fraco até aqui. E eu até sei o motivo: faltaram zumbis e não me venha dizer que esse é um seriado sobre pessoas.

Sim, só tivemos o rápido aparecimento de um, que é estraçalhado no meio da floresta enquanto destroçava um veado. É, palavras como estraçalhar e destroçar são comuns nos reviews deste seriado.

Alguns leitores levantaram a questão de que talvez Shane e Lori já estivessem de caso antes da invasão zumbi, e a descoberta de que ele disse que Rick estava morto e não deve ter feito muito esforço para salvar o amigo é mais um indicativo de que isso seja verdade ou de que pelo menos havia algum interesse por parte dele.

Como carma é algo de que não se pode fugir, Shane vai ter de aguentar não somente a culpa e frustração cada vez que ver Lori com o marido, mas ainda deve perder o posto de líder do grupo – Rick é perfeito para o papel, todo conciente de seus deveres, um cara íntegro a ponto de voltar a cidade para buscar o tal walkie talkie e o malucão do Merle.

Falando em Merle: quem mais teve dejavú com a cena da serra e da algema? Mad Max é um clássico e por isso referência e não Jogos Mortais, ok?

Ah, Glenn é meu segundo personagem favorito até aqui. Qual é o seu?

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Bom seriado. A lamentar apenas a versão dublada da Fox. É uma afronta à nossa inteligência. Somos adultos e perfeitamente capazes de ler as legendas e compreender o que dizem, sendo que muitos entendem bem o Inglês.

    Responder

  2. … Bom, so foi fraquinho por conta de ter aparecido “apenas” um zumbizinho… que coisa mai monótona! rrsss

    Adorei o reencontro dos mocinhos, adorei a reação de Shane (sentimento de culpa é terrível, coitado). Mas gosto dele e respondendo a pergunta, Shane é o meu segundo personagem favorito. Acho que consigo entendê-lo: é um misto de inveja profissional, familiar… Eu gosto disso. É um personagem real (gente como a gente), que deseja e faz tudo para conseguir sem, necessariamente, ser o malvado da história.

    Vamos combinar? precisava daquela chacina no coitado do zumbi quando na verdade basta acertar o cérebro? – parece que os homens precisavam daquilo para extravasar (eu tb gosto disso, dessa realidade).

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *