2 comentários em “A figura do outro no Manifesto Paulista”

  1. Mi Müller
    Mi Müller 10/08/2010 em 5:47 pm

    Me irmano contigo nessa pena e nesse assombro. É lastimável que existam tantos dispostos a culpar o outro e com tão pouca disposição para fazer realmente a diferença para uma mudança na sociedade.
    estrelinhas coloridas…

  2. Julio Bueno
    Julio Bueno 13/08/2010 em 2:14 pm

    Esse “Manifesto Paulista” em alguns momentos citou em reportagens o MRSP (Movimento república de São Paulo). Convido a senhora para ler nosso posicionamento oficial em: http://www.nacaopaulista.net

    Obrigado.

Deixe seu Comentário