Ghost Whisperer: Old Sins Cast Long Shadows e On Thin Ice (05×16 e 05×17)

Eu acabei perdendo a exibição do 100º episódio, Old Sins Cast Long Shadows, então vi este e o seguinte, On Thin Ice, seguidos, me enrolei com os reviews e então, apesar dos dois episódios exibidos merecerem toda a atenção, esse vai ser um review-de-dois para compensar o atraso.

Old Sins foi um episódio importante para a trama da temporada, apesar de Melinda, e a gente, não entender muito bem como funciona essa coisa das sombras fica claro que elas se alimentam as almas que não fazem a passagem e, para isso, usam a culpa e o medo.

Eu fiquei positivamente impressionada pelas cenas da velha casa – vamos combinar que tem vezes que é difícil engolir os efeitos do seriado – principalmente quando Melinda enfrenta Madame Greta e as sombras acabam por levá-la. Diga-se de passagem: velhinha bem assustadora , não é?

Na verdade, mais assustador que a Madame Greta só Cassidy gritando seu “Don’t come back. You’ll be dead too.”

No final das contas, tanto susto e tanto medo, também serviram para que Delia voltasse atrás e salvasse os amigos. Eu confesso que fiquei um pouco incomodada aqui: foi muito rápido. Ela acabou de ver seu escritório ir pelos ares e quase perdeu seu filho. Eu acho que precisava um pouco mais para que ela superasse tudo isso, quem sabe até com Ned em perigo novamente.

Falando em perigo: ao que parece a casa mantém vida própria, mesmo com a partida de Greta. Essa é a única explicação para a entrada do garoto fantasma lá, mesmo sem Cassidy por perto.

On Thin Ice já é um episódio mais leve, mas adorei a brincadeira com os quadrinhos e Melinda – me lembrou bastante o episódio em que ela meio que entra em um jogo eletrônico e do qual eu tinha gostado bastante.

A história por trás do aparecimento do fantasma foi meio macarrônica sim – o moleque leva os desenhos para o outro ver, depois morre por acidente na volta e fica por aí até descobrir que ele se apossou dos desenhos do irmão e começar a assombrá-lo? – mas valeu, de novo, pelos desenhos na tela e pelo suspense com o gelo caindo, ataque do freezer e congelamento do café: tudo bem legal!

Ah, momento mulherzinha: amei o esmalte da Melinda!! Um verde bem forte, mais denso. Isso, mais as roupas que ela usou, bem estilão heroína de quadrinhos dos anos 50 fizeram a coisa funcionar ainda melhor.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *