3 comentários em “Pequeno comentário”

  1. @samegui
    @samegui 23/03/2010 em 9:18 am

    Simone, ainda bem que aqui não ouvimos isso, mas eu vejo as crianças saindo da escola totalmente soltas e dá pena! Enzo, que está com 1,40 e 38kg, já quer ir na frente (outro dia Cybele saiu com ele no carro dela e o conduziu assim, na frente!), mas eu ainda não deixo. No ano passado no evento da Mapfre conversei com o especialista e ele me falou que é preciso mesmo ter o mínimo de 45kg ou 1,45m.
    Mas vc lembra da nossa infância? A gente não usava cinto e era normal sentar na frente… que medo!

    1. Simone Miletic
      Simone Miletic 23/03/2010 em 11:12 am

      Meu pai conta que eu colocava cinto desde pequena e ninguém se conformava, eu não sei, acho que sempre fui desse jeito, meio prática demais. Mas, como falei, o que me deixa mais p da vida porque a carol acha que ela está sendo infantilizada.

  2. Renata Pinheiro
    Renata Pinheiro 23/03/2010 em 4:15 pm

    Simone, quando trabalhei em uma escola especial, levei um tempo pra convencer da importância do booster e de cintos de 3 pontos. Com a ajuda do Criança Segura, a direção compreendeu e comprou tudo. Eu e a outra fisioterapeutas ajustamos tudo, explicamos quem usava o que. Não durou mais do que alguns meses, logo a maioria usava banco comum de novo.
    O pior foi o dia que vi um pai indo na escola pegar a filha de carro. Ela tinha 3 anos e paralisia cerebral grave. Ainda nem controlava a cabeça. E ele a levava sentada no banco da frente!!! Imagina quanto risco a menina correu? Ainda bem que, conversando, conseguimos esclarecer a família…

Deixe seu Comentário