Ghost Whisperer: Living Nightmare (05×13)

Por mais que eu continue achando que estes últimos episódios de Ghost Whisperer estão de dar sono, eu devo admitir que gosto bastante da maior inserção de Ned nas tramas: ele sai de menininho que só fazia número e passa a demonstrar uma personalidade que só acrescenta.

Acho legal que ele não se submeta a ser só um ajudante de Melinda e também não se deixe levar pelos medos de sua mãe. E ele traz uma questão muito pouco discutida até aqui: a existência do bem e do mal.

Falando da trama do episódio em si, devo admitir o tanto de confusa que me senti. Tinha hora em que eu não sabia mais se descobriríamos que o cara era um assassino, se o fantasma que o atormentava é quem queria vingança por algo que ele fez, quem era a garota fantasma que lhe fazia companhia e tudo o mais. Mesmo depois de muita explicação confesso não ter ficado nada interada da história.

E o engraçado é que não faltaram “explicações”: era tanta informação de um lado pro outro que eu já nem sabia em quem ou no que confiar.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. eu gostei desse episodio. eu acho q a serie melhorou muito na volta em janeiro e tem feito otimos episodios. claro q nao lembra o passado da serie, mas ao menos tem me interessado mais.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *