NCIS Los Angeles: Identity (01×01)

Com alguns já sabem, perto do final da temporada de NCIS atualmente em exibição no AXN um episódio duplo dá origem a um novo seriado: NCIS Los Angeles, que estreou na semana passada nos Estados Unidos. Como estou acompanhando através do canal, não assisti a estréia, mas estava curiosa de saber como se saiu um NCIS sem Gibbs e sem Abby.

Minha amiga Melissa Schoeder, tão apaixonada pelo NCIS original quanto eu, já assistiu ao episódio e concordou em dividir com a gente o que ela achou: Enjoy!

ncis-los-angeles

Desde que a Si me sugeriu escrever esse review eu já comecei, apaguei, comecei de novo umas 20 vezes. É meio difícil tu escrever sobre algo novo, principalmente quando esse novo é spin off de um seriado que tu ama.

A primeira coisa que preciso deixar claro pra vocês é que quando assisti ao piloto de NCIS eu odiei o Gibbs, veja bem, ele tava bancando o “Gibbs” pra cima do Rabb , acusando o coitado de assassinato, quem conhece JAG sabe que o Rabb jamais seria capaz disso. Então me deu muita raiva daquele agente um tanto arrogante querendo quebrar nosso amiguinho.

Mesmo depois disso eu resolvi assistir NCIS pra ver no que dava, o tempo foi passando, eu fui me apegando, o show foi engrenando, melhorando e hoje é meu show preferido. AMO aquele povo, todo o casting é maravilhoso, e sim, eu gostava da Jenny e torcia por ela e Gibbs juntos :P.

Fazer um spin off não é tarefa fácil, as comparações com o original são imensas e muitas vezes nada justas, então esse é mais um dos motivos pra escrever, tenho certeza que muita gente vai malhar o show pelo simples prazer de malhar e eu não acho isso legal, acho que é importante saber separar, avaliar bem ao que o show está se propondo e principalmente assistir de coração aberto. Acho isso fundamental, e por isso e por me propor a isso resolvi escrever, pq em meio a tantos esculachos que aparecerão, ao menos posso garantir algumas palavras de apoio à galera de LA.

Então, bora avaliar o show:

O início lembra um pouquinho o original, com as imagens em fotografia, foco, etc. E mesmo assim é bem diferente, passa um clima diferente, bom acho que as imagens da Califórnia ajudam nesse sentido. Isso foi algo que me chamou muito a atenção, a fotografia, as cores, as tomadas da cidade e da praia, achei que ficou legal.

O negócio começa com uma perseguição policial que acaba na morte dos bandidões e dentro do carro um Oficial da Marinha, encapuzado, amarrado e morto aparentemente no fogo cruzado. Dai vamos pro momento covardia do episódio: Chris O’Donnell sem camisa (desculpe Si, não aguentei..rss), tá bom, tá bom é irrelevante, mas que foi legal, ah foi. Tá parei!

Chris faz o papel do Agente Callen, que no piloto foi alvejado por uns 2 ou 8 tiros, mas ele sobreviveu (após alguns meses de recuperação) e está pronto pra voltar ao trabalho (antes do tempo claro), seu parceiro Sam Hanna é quem vai buscá-lo. O que aproveito pra comentar: Chris e LL Cool tem uma química muito boa na tela, tem uma cumplicidade muito bacana, essa parceria funciona muito bem e com potencial de se tornar uma dessas parcerias referência pra todo mundo.

Aos poucos vamos revendo a equipe que conhecemos no piloto, conhecendo novos membros, mas o que faltou foi uma explicação pra onde diabos está Macy, (o equivalente ao Gibbs deles), é como se ela nunca tivesse existido. Eu sei que ela não agradou no piloto e gongaram a atriz e o papel, mas enfim, podia ter uma explicação ou melhor ter alguma outra figura nesse papel dela. E é aí que acho que o NCIS:LA peca, não existe um “boss”, eles respondem direto pro Vance, em alguns momentos o Callen é que assume um pouco esta postura, mas tadinho, é uma graça mas não é assim um… Gibbs! Deu pra entender?

A equipe deles tb tem uma estrutura diferente, não tem legista, nem técnica forense, mas tem um monte de brinquedinhos tecnológicos que pirou o cabeção do McGee no piloto, tem um menino novo (Dominic) que lê muito e sabe de tudo um pouco (ou muito), tem a agente gostosona e boa de briga (não vamos comparar com a Ziva, não vamos comparar com a Ziva… repete comigo), tem o nerd que aqui usa bermudão e chinelo (surfergeek??), o Nate psicólogo (de onde teremos muitas tiradas inteligentes e engraçadas, anota ai.) e temos Hetty, interpretada pela Linda Hunt, que eu adoro, que é sempre ótima em qualquer coisa, mesmo que seja fazendo a mesma coisa de sempre..hehehe… a Hetty é assim uma Gerente de Operações, ela que dá o necessário pros novos amiguinhos combaterem o crime.

Achei uma vibe bacana vindo da equipe, acredito mesmo que esse show tem tudo pra andar muito bem com as próprias pernas.

Acertos são necessários, o que é normal, mas esse pessoal de LA tem tudo pra nos proporcionar uma boa diversão. E vejam pelo lado bom, não há nenhum personagem adorado do original que mudou pra Califórnia e virou uma pessoa completamente diferente. Hã? Isso não é bom? É todo mundo novo, não vamos querer bater em ninguém!!!

Ahh… ia esquecendo… o “crime da semana” hum… então, o tal cara da Marinha morto nas cenas iniciais, era um Comandante que a princípio achavam que foi morto no fogo cruzado, até perceberem que um dos bandidões executou antes de morrer. O cara tava sendo obrigado a ajudar passar informações sobre uma operação para um cartel de drogas pq os caras sequestraram a sobrinha dele. No final das contas o pai da menina trabalhava pro cartel e ele que “pegou”a filha, menos mal pq assim a equipe a encontrou vivinha da silva achando que tava passando férias com o papai.

Sinceramente, deve tá cheio de furo nessa minha descrição sobre o crime, mas sinceramente foi o que menos prestei atenção. Mas na próxima semana eu tomo um cuidado maior com isso. hehehe

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

9 Comentários


  1. Mel,

    Você saiu super bem na tarefa: fiquei bem curiosa de ver o seriado, mas vou me segurar até ver o final da temporada de NCIS.

    Beijos

    Responder

  2. Tá fui assistir o épisódio após ter assistido a estréia sensacional de NCIS, então não dá para comparar; por isso em nome do Chris e do LL vou continuar assistindo e dar um crédito, pois tem séries que só melhoram lá pelo quarto episódio, continuo esperando os reviews.

    Responder

  3. Parabéns pelo blog. NCIS é o meu preferido, sem dúvida nenhuma. Você sabe alguma coisa sobre os episódios inéditos e que dão o fechamento do Dirty Sexy Money? Li seus comentários de abril, mas não passou nada. E aí? A gente não vai saber nada, nadica??? Super parabéns, adorei seu blog, já inclui nos meus favoritos.

    Responder

  4. Amei seus comentários! Não deixa de comentar os demias episódios, pq achei bem manero!

    Eu amei a série, vou continuar assistindo, o Callen ( Chris O’Donnnell) tá muito bem como Callen, tá calando a boca de muitos!

    Responder

  5. Oi….. gostei de seu comentario…. baixei toda a serie NCIS… e ja assisti…. comecei a ver NCIS LA…. mas o que me chamou mais aten;áo foi o tema de abertura…. e muito bonito… da pra me dizer onde encontro para baixar? grata……

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *