No que você acredita?

Acredite Monk

Quem ontem ligou no Universal Channel deve ter se surpreendido: na data em que completa cinco anos no ar o canal lançou toda uma nova identidade, amparada em uma mudança visual que tem por objetivo iluminar a já conhecida paisagem urbana de suas propagandas.

Outra novidade é a campanha “A gente acredita”, que está sendo trabalhada nas mais diversas mídias: além das propagandas no próprio canal, o UC divulgou primeiro seu projeto junto a diversos blogs, lançou um hot site e está divulgando propagandas em rádio, cinema e mídia impressa.  O conceito é simples, mas bastante interessante:

Acreditar é mais que uma palavra. É uma declaração.

Uma declaração daqueles que não param tão cedo.

Acreditar é querer mais do que a média.

É criticar o normal, o pré-estabelecido. O caminho é difícil. E daí?

Aqueles que acreditam são diferentes, algumas vezes até rotulados de loucos.

De rebeldes. E realmente são tudo isso. Porque são heróis.

Monk, House, Nora Walker, Olivia Benson e Hiro Nakamura foram os personagens escolhidos para simbolizar a crença na justiça, na família, na união e muitos outros valores essenciais.

E você ainda é convidado a participar: acesse o hot site, comente no blog, brinque no jogo que permite que você se torne seu personagem favorito, baixe o cartaz com o qual você mais se identifica e assista aos vídeos da campanha – quem ontem estava ligado às 20h00 no canal já pôde experimentar um pouquinho dessa nova realidade. Aqui você pode ver o vídeo de lançamento da campanha, até agora o meu preferido:

Particularmente só não concordo com a mensagem associada ao House: ” A gente acredita na vida”. Eu acho mais adequado afirmar que o médico acredita em si mesmo, o que não deixa de ser muito importante.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *