Law And Order Criminal Intent: Playing Dead (08×01)

Law And Order Criminal Intent S08E01

A cada dia entendo menos a baixa audiência de Criminal Intent em relação aos colegas de franquia. Se houve um dia em que o único motivo para assistirmos ao seriado fosse a presença de Vicent D’Onofrio – não que eu ache que um dia foi – seus roteiristas demonstram o contrário.

No primeiro episódio desta temporada, Vicent é importante sim, mas não em demasia. Não é um episódio em que ele penetra a mente do criminoso, não é um episódio em que ele chega ao seu limite. Mas é uma história muito bem contada, onde a empatia que ele cria com a vítima fez diferença – empatia conseqüente ao próprio passado problemático do detetive.

Nada é o que parece e o assassinato de um viciado no apartamento da enteada de um membro do Conselho da cidade de Nova York acaba iniciando uma investigação que revela segredos muito bem escondidos por uma família.

Scott Cohen (para mim eternamente o Max Medina de Gilmore Girls) e Betty Gilpin se saem muito bem nos papéis do político que abusa de menores e da enteada de quem ele abusou, e com quem ele teve uma filha – a maior surpresa do episódio para mim.

Vincent volta revigorado, mais magro, menos abatido, depois de uma temporada inteira em que seu personagem foi levado aos limites da sanidade. Kathryn Erbe, que ao final desta temporada deverá trabalhar com Jeff Goldblum cobrindo a licença maternidade de Julianne Nicholson, também não decepciona, já tendo pegado alguns dos trejeitos ou percepções de seu parceiro.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

2 Comentários


  1. Eu gostei bastante da Volta de Law&Order: Criminal Intent, um episodio bem amarrado e com uma supresa que me deixou de boca aberta. Tem mães que fazem cada uma…………..afffffffffffffff, ainda bem que caiu em si e viu a M…..bem gde que ela fez a vida inteira.

    Responder

  2. Eba! outra série que amo comentado aqui no blog!
    Também não entendo a baixa audiência de Criminal Intent, enredos muitos mais bacanas e elaborados do que as outras franquias (principalmente da atual SVU, que anda muito dramalhão).
    Apesar do tema mais do que batido (pedofilia), o episódio foi bem desenvolvido e, como vc disse, Vincent D’Onofrio sempre salva qualquer enredo por mais fraco que seja (não que Criminal Intent tenha enredos ruins, se teve, foram raros).
    Não entendo também porque ele sempre foi ignorado nas premiações, eles só lembram da Mariska todo ano!
    Vamos agora esperar para ver como se sai Jeff “Mosca” Goldblum

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *