Eu e o Sol

sol1

Eu sempre tive uma relação bem apaixonada com o Sol. Não de ficar estirada em uma toalha, para isso nunca tive paciência, mas adoro sentir o calor dele, ver toda aquela luminosidade.

É normal em dias de chuva e frio eu me sentir com menos vontade.

Hoje sai do metrô para a Avenida Paulista e fui brindada com aquele solão absurdo. Até andei mais devagar para curtir um pouco mais as minhas três quadras até o trabalho.

Já minha relação com óculos escuros sempre foi horrível. Nunca gostei.

Hoje eu estava prestando atenção nas coisas e percebi que fico sempre olhando para cima quando tem sol assim pela manhã. E onde sinto mais o sol é justamente na pálpebra, vocês podem responder “É claro Simone”, mas eu nunca tinha prestado atenção a isso.

Aí fiquei com a sensação de que ali eu tenho meus dois painéizinhos de sol portáteis, gerando energia a medida que o sol chega… Bobeira né?

Mas que eu fiquei me sentindo super bem eu fiquei.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *