Não foi isso que eu disse! – Os problemas com as legendas ultrapassa o universo dos blogs

O Caderno tv&lazer do Estadão, neste domingo, se recupera da mancada de semanas atrás, ao chamar as legendas feita pelos fãs de seriados de amadoras, e coloca na capa o problema que já foi comentado em todo blog de seriado que se preza: os problemas com as legendas nos canais da TV a cabo.

Na capa do caderno: Legendas feitas por fãs de séries na web denunciam overdose de eufemismo nas traduções da TV.

Gustavo Miller começa sua reportagem falando dos erros da Warner na estréia de The Sopranos, que acabaram por desanimar muitos em assistir ao seriado pelo canal (eu fui uma das desistentes), comenta o fato dos canais optarem por trocar os palavrões falados pelos personagens por palavras mais leves e ainda comenta os erros de tradução mais básicos (como a tradução da expressão “If I were in your shoes” como “se eu estivesse nos seus sapatos”.

Depois de citar os mais diversos erros, Gustavo elogia o trabalho que faz o trabalho de graça na internet, com qualidade indiscutível e em prazos super apertados. Sem desmerecer das demais equipe, ele destacou o trabalho da equipe United4Ever e Psicopatas, a primeira responsável pelas legendas de 30 seriados, incluindo CSI e LIFE, a segunda responsável pelas legendas de Dexter e LOST.

Ele destaca, principalmente, a preocupação em manter as características originais dos personagens em cada frase traduzida, o que é facilitado quando a legenda é feita por quem é realmente fã do seriado.

Na segunda página da reportagem Gustavo fala sobre a explicação dos canais para os diversos erros encontrados, ou melhor, fala da falta de explicação deles. Nós, pobres escritores de blogs, pensávamos que a falta de resposta dos canais fosse pela falta de importância que eles dão a nós e ao nosso públicos, mas o próprio Gustavo teve dificuldades em encontrar respostas.

Sony e Warner simplesmente não responderam às questões relacionadas aos problemas de sincronia e aos códigos estranhos em meio às frases diversas. A empresa Drei Marc, que presta serviços para a Universal, Fox, FX e canais Globosat resolveu falar. Segundo seu diretor de marketing, Marcelo Camargo, os erros aconteceriam durante a transmissão do sinal.

O diretor de marketing da Sony, em entrevista concedida em setembro, disse que os erros aconteciam devido à digitalização do material do canal. De qualquer modo, será que eles não mantém ninguém supervisionando a transmissão para, quando identificados os problemas, que eles possam ser corrigidos durante a transmissão? Muitas vezes os erros se repetem nas reprises da madrugada ou nos finais de semana (essa pergunta é minha e não do jornalista).

Ao serem questionadas sobre os erros grosseiros e a adaptação das falas dos personagens para uma opção mais light, Sony e Warner mais uma vez preferiram não comentar, enquanto Fox e Universal garantiram trabalhar com empresas nacionais especializadas e que confiam nelas.

No caso da Universal eles garantiram que o material ainda é revisado pela equipe dos programas, que inclue um médico, no caso de House, e um advogado, no caso de Law&Order.

A Drei Marc afirmou que os canais costumam passar os detalhes da série, qual o público e em que horário ela será trabalhada. Algumas vezes eles pedem para que as legendas sejam mais fiéis, as vezes pedem que seja feita uma adequação de linguagem.

Gustavo finaliza sua reportagem falando sobre o fato de que, hoje em dia, alguns dos legenders acabaram por procurar as empresas especializadas carregando sua experiência e descobriram novas oportunidades de travalho.

Para acessar o caderno clique aqui, depois selecione tv&lazer.

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

4 Comentários


  1. Acho que o grande problema está em fazer com GOSTO! Os fãs de seriados fazem as legendas com todo bom gosto, porque sabem que como fãs eles querem o melhor. Já as pessoas que vêem isso como um trabalho, e só vizam o salário no fim do mês, não se importam muito em ser fíeis aos personagens, nem se preocupam se vai sair ou não do jeito certo. Pelo menos é o que eu acho, de modo geral, claro, porque acredito ainda que existam profissionais responsáveis e que procuram fazer o seu trabalho da melhor forma possível, mas não pelo produto que está sendo apresentando, pelo visto são esses bons profissionais são raros.

    As empresas deviam contratar as equipes United4Ever e Psicopatas, entre outras, para trabalhar para eles. Ia unir o útil ao agradável: Fãs de séries fazendo as legendas e ainda recebendo uma grana (merecida!) por isso. =)

    Responder

  2. Por isso que só assisto séries com legendas “amadoras” … Prefiro pagar uma banda larga melhor do que TV a cabo!

    Ótimo post!

    Responder

  3. Simone, sobre a FOX não quero nem comentar. ÓDIO mortal. Se pudesse cancelava pela falta de respeito.

    Responder

  4. Namo, concordo com você. Desisti de assistir as séries pela tv. So fazendo download.

    Via tanto erro e falta de atenção que desisti. Hj tv a cabo para mim é so para assistir: CNNi, BBC e FoxNews.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *