Por que viajar?

Sampa tá assim, de céu fechado, muita chuva e frio.

A cidade parece meio anestesiada, mas, mesmo assim nunca para.

Daqui da janela do escritório vejo a Avenida Paulista, os carros passando, vidros fechados, pessoas de cara amarrada. Nas calçadas os pedestres correm segurando seus guarda-chuvas, tentando evitar que se molhem.

Mas isso é impossível. Os buracos na calçada fazem com que se tropece, o carro passando próximo ao meio fio joga água, as goteiras de algumas marquises insistem em furar o bloqueio.

O trabalho aqui dentro não anda muito. A vontade é pouca. A vida corre.

Essa semana vou viajar a trabalho. Primeira vez que vou ficar longe da filhota. Não vou coloca-la na cama, nem dar beijo de boa noite. Nem vou tê-la subindo na minha cama de madrugada e me abraçando…

Eu vou para Porto de Galinhas, todo mundo acha sensacional, mas, aqui no meu canto, eu só fico procurando uma desculpa para não ir… Para ficar com ela… Para vê-la dormir.

Mãe é assim.

Gostou do Texto?

Cadastre seu email e receba novos
textos por email:

4 comentários em “Por que viajar?”

  1. Alessandra
    Alessandra 22/05/2007 em 2:34 pm

    A primeira vez que viajei sem a Letícia ela tinha dois anos. Passei um fim de semana em Campos do Jordão só com meu marido. Foi legal, mas a gente tinha sempre a sensação de que estava faltando alguma coisa. Logo depois fui a trabalho para os EUA por 15 dias e nos primeiros dias ela nem queria falar comigo ao telefone. Só melhorou quando disse que tinha comprado para ela um boneco do Caillou, além do Barney, claro! Aproveitei bem a viagem mas na próxima tento levar todos comigo.

  2. Simone Miletic
    Simone Miletic 22/05/2007 em 2:50 pm

    Ale,

    A Carol vai fazer 4 aninhos, mas para mim ainda é cedo, risos.

    Consegui arrumar um jeito dela e o maridão irem me encontrar na sexta e passarem o fim de semana comigo, o que já deu um alívio e tanto.

  3. Juliana
    Juliana 16/01/2008 em 10:46 am

    Olá,
    Eu vou sair de férias daqui uns dias e vou viajar com namorado e dois casais de amigos. Tenho uma filha de 5 anos, a Sofia, minha princesa e já estou com dor no coração porque nem sei como falar que vou passear e ela não vai junto?!
    Ai como é difícil isso…pode me dar uma dica de como abordar o assunto?

  4. Simone Miletic
    Simone Miletic 16/01/2008 em 1:47 pm

    Olá Juliana,

    Situação não é nada fácil mesmo.

    Vou te falar o que a pedagoga da escola da Carol falou na época em que fui: seja sincera, explique que vai viajar, que sentirá saudades dela, que vai ligar, diga em que parte do dia (noite, manhã ou tarde).

    Não fale passear, pois criança adora passear e ela não entenderia mesmo, fale que vai viajar com seu namorado, que ela vai ficar com a vovó para brincar e fazer bagunça.

    Quando voltar veja se ela pode te buscar no aeroporto e traga um presente.

    Depois da primeira que eu relatei aqui acabei viajando um monte de vezes, Carol me buscando já virou tradição e ela curte bastante.

    Mas, mais importante, não se sinta culpada, você não está fazendo nada de errado.

    Beijos

Deixe seu Comentário