A semana que acabou

Agora que eu consegui assistir os seriados da semana que faltavam (meu vídeo cassete anda pedindo água, o controle remoto não funciona mais, mas não tenho grana para um gravador de DVD, então…) posso dizer, com certeza, que foi uma ótima semana.
Na segunda um bom episódio de Without a Trace, mas inferior aos demais já apresentados nesta temporada, tirando o avanço do Dany para o lado da Elena. Perfeito!!
Pulei Close To Home. Adorei Grey’s Anatomy! O que você faria com o tal cheque de US$ 8.500.000??? Eu faria tanta coisa… Só não gostei da atitude de Derek de desistir da Meredith. E ainda se sentindo um bom rapaz por fazer isso?? Me poupe.
Medium?? Hum, não foi dos mais mais, mas ainda sim muito bom!
Na terça um ótimo episódio de Criminal Minds (vide review em www.teleseries.com.br).
E um excelente episódio de Supernatural. Espero que ele sobreviva a degola do canal CW nos EUA. Acho que o seriado melhora a cada episódio, mostrando, além dos casos bem elaborados, por mais estranhos que sejam, o amadurecimento dos rapazes e da relação entre eles. Só não consigo imaginar uma escapatória para a tal história do Dean ser perseguido pelo FBI.
Na quarta… Assisti CSI Miami, mas não prendeu muito minha atenção, tanto que dei uma passeada pelo American Idol. Tudo bem, não curto reality shows, mas esses melhores momentos da seletiva me fizeram dar muita, muita risada.
Uma quinta brilhante, se Gilmore Girls não engrenar vai ficar para reprise de fim de semana, pois cada dia adoro mais Ghost Whiperer. Tudo bem que sou minoria. Mas o episódio do rapaz em coma, cuja família o matém sobrevivendo com aparelhos soube tratar com respeito e delicadeza um assunto que desperta muita discussão.
CSI, com a despedida de Grissom, teve um episódio sentimental. Um ótimo episódio para se rever toda a dinâmica da equipe, o relacionamento desta e a dependência de todos em relação a Grissom. Vai ser interessante acompanhar a equipe sem ele.
Sexta? Dia de NCIS. Pronto, virou “o preferido”!. E gostei de muito de Cote como Ziva. Pareceu-me que ela tem um veia cômica maior que a de Sasha Alexander, e pela queda na fonte de Ziva e McGee acredito que um pouco mais pastelão também. Sei que sua disputa com Abby ainda vai render bons confrontos. Amanhã publico o review do episódio.
Amazing Race foi bom, mas não ótimo e isso tem sido uma constante nesta temporada. Ainda não tem  casal para odiar… Mas já escolhi para quem torcer: a dupla de hippies de San Francisco. Eles são muito simpáticos e até aprenderam a falar :”da houra!”.
Ah, e sábado teve Heroes, na reprise. Não gamei! Pode ser que algo mude, lá no teleséries o povo jura que muda… Mas me assustei quando o pessoal falou que, quando chegar o episódio 18 vou amar o seriado… Não tenho tanta paciência assim!
A semana ainda teve uma ótima reprise do House (Sou fã tardia. Não assisti a primeira temporada e comecei a segunda pela metade, mas o cara é bom mesmo), ótimos episódios de Law&Order e Law&Order: SVU (Fiquei triste com a partida da Dany. Eu gostei dela sabe.) Perdi Psych e Monk.
Acho que tá faltando horário na minha agenda…

Escrito por Simone Miletic

Formada em contabilidade, sempre teve paixão pela palavra escrita, como leitora e escritora. Acabou virando blogueira.

Escreve sobre suas paixões, ainda que algumas venham e vão ao sabor do tempo. As que sempre ficam: cinema, literatura, séries e animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *